...
Feed
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
® Talentosos Escritores 2011/2015 - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px

Postagem em destaque

O sorriso que muda tudo - Texto Especial

Engraçado quando você gosta de uma pessoa e ela não te dá nenhuma chance. Não corresponde seus olhares, alega que a distância é um fardo eno...

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Google+ Followers

Featured Posts

Social Icons

Arquivo do blog

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você
Clique e conheça! Por Adriana Vieira

Arquivados

Tenha Talentosos Escritores no seu E-Mail

Compartilhe suas ideias!

Compartilhe suas ideias!

Em breve!

Marcadores

Traduza!

@Leoangellus

Anuncio!!

Leitor (a) da Semana

Leitor (a) da Semana
Quem será o próximo (a)?
"O site Talentosos Escritores" estará passando por mudanças em breve. Portanto, a ausência de postagens de conteúdos importantíssimos como as novelas por exemplos. Mas isso é algo que estamos organizando, tempo ao tempo. Eu, como administrador, estou contando com uma equipe boa pra poder fazer o site cada vez melhor. A gente está se reunindo pra obter novidades em alta pra você, que nos acompanha há muito tempo. Peço desculpas pela demora dos conteúdos e a gentileza de aguardarem pacientemente. O Talentosos Escritores vai mudar, mas tenho certeza de que será pra melhor ok! Um grande abraço a todos." - Leandro Angellus

Oferta Amazon!

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

CAP. 24 - Corações Desimpedidos (Parte I)

Pablo decide disfarçar a preocupação que sente em relação ao encontro combinado com o tal desconhecido.
_Então, eu preciso ver a minha irmã Júlia. Ela está precisando de mim.
_Aconteceu alguma coisa com ela? _pergunta a jovem preocupada.
_Não é nada demais. Só alguns problemas familiares que ela está passando. Eu realmente preciso encontrá-la. Você se importa?
_Imagina meu amor. Pode ir. Manda um abraço pra ela tá! _diz Júlia, acreditando na mentira do rapaz.
_Eu te amo viu e nada vai nos afastar. Você é uma garota muito especial! _diz ele, a beijando nos lábios docemente e se afastando devagar.

Maria fica pensativa por alguns instantes em seu apartamento. Cenas de uma conversa com Zeca não lhe sai da mente.
_Eu não vou conseguir fazer o plano Maria. Eu estou muito preocupado. Não quero perder a amizade da Gisele. _ele disse dias antes do encontro no shopping.
_Você precisa continuar com o plano Zeca. A gente não pode desistir agora. Se você der o primeiro passo, o relacionamento dos dois fica sem estrutura nenhuma e aí sim eu consigo chegar no que eu quero.
_Tudo bem então Maria. Eu sigo com o plano mas se alguma coisa der errado, eu quero estar livre de toda essa confusão ok!
_Nada vai dar errado Zeca. Você precisa ter mais coragem oras! Seja o cara de atitude e mostre à Gisele que você não tem medo de se arriscar por nada.
_Com certeza! Eu vou mostrar à todos aqueles idiotas que eu posso ser mais eu.
_É assim que se fala Zeca. Tem que ter atitude mesmo. _diz Maria, dando força pra ele seguir o plano adiante e não atrapalhar suas ideias maléficas.
Ao terminar de lembrar a cena, Maria pensa sozinha consigo mesma:
"Um dia da caça. Outro dia do caçador. Foi um prazer imenso te conhecer Zeca. Seu pato!"

Pablo chega no encontro marcado e Ruan o aguarda em seu apartamento.
_Oi! Desculpa a demora mas eu tive que enrolar uma mina pra poder vir aqui em sua casa.
_Trânquilo! E então alguém te viu naquela noite?
_Não. Ninguém conseguiu me ver não.
_Ótimo! O que me preocupa é a vizinhança, mas se ninguém te viu então sinal de que tudo deu certo.
_Ruan, quando você me contratou, eu não imaginei que pudesse me envolver num crime tão hediondo.
_Veja bem Pablo: Zeca acabou com a minha vida. Ele me afastou da Gisele e eu tinha que fazer algo definitivo. Eu me arrisquei e te envolvi nessa por motivos do passado que me fizeram sofrer muito. Eu amava a Gisele perdidamente e por causa dele, todos os meus planos foram por água abaixo.
_Tudo bem Ruan mas e agora? Gisele está sozinha de novo. Daniel se afastou dela por causa do Zeca também.
_Nossa! Você está percebendo como o Zeca gosta de interferir na relação de Gisele? Ele era alucinado por essa mulher e eu tive fortes razões pra eliminá-lo.
_Bom, eu tenho uma coisa pra te falar sério agora.
Ruan se indaga com o rapaz.
_O que você tem a me dizer?
_Tipo Ruan, quando eu entrei naquele elevador e fui direto para o apartamento do Zeca, eu o encontrei morto na porta adentro com um tiro no peito, ou seja, eu não matei o Zeca. _diz o jovem tenso.
Ruan fica surpreso e indignado com a revelação do jovem.
_Quer dizer que você não fez o serviço?
_Sim. _diz ele preocupado.
_Mas então quem o matou?
_Eu não sei Ruan. Eu fiz o que você pediu. Fui ao encontro do shopping e assim que acabou a confusão, disfarcei, saí e o segui até o seu apartamento. Mas depois de alguns minutos que entrei, a situação já tinha ocorrida.
_Tem mais gente nessa cara! E você fique atento viu? Alguém matou o Zeca e provavelmente vem das amizades de Gisele. Fica de olho! _diz Ruan, preocupado.
Pablo fica sério diante do rapaz.


O delegado analisa as pistas no caso do assassinato de Zeca.
_Segundo os depoimentos, Daniel ameaçou a vítima caso aconteça algo com a Gisele. E as ameaças dele se tornaram bem claras naquele encontro no shopping. Precisamos conversar com ele em imediato! _diz o delegado, firme.
Ao ser convocado pela polícia, Daniel esclarece que ameaçou o rapaz mas não o matou. Ele afirma que passara a noite no bar e depois foi pra casa acompanhado por Maria, sua ex.
_Mas você não estava com a Gisele? Por que resolveu passar a noite com sua ex?
_Delegado, eu bebi todas naquela noite. Não lembro muito da situação. Eu só sei que eu fui pra casa com a Maria e acabou rolando o que não devia.
_Entendo.  _diz o delegado, escrevendo na folha.
Depois do depoimento de Daniel, chega a vez de Murilo.
_Bom, delegado. Foi o seguinte: eu fui ao apartamento de Zeca pra poder conversar com ele a respeito daquela situação no shopping. Eu considerava muito o Zeca. Ele era como um irmão pra mim. Mas só que ele tinha algumas atitudes que eu não curtia muito. Eu sabia que ele era louco pela Gisele e que tinha uma arma em posse, mas que jamais fora usada de maneira nenhuma. Pelo menos eu acredito que Zeca não teria coragem de matar ninguém.
_Sim. Mas e aí? Quando você chegou ao apartamento, viu algo estranho?
_Então. Eu entrei no elevador e segui pelo corredor do apartamento onde ele morava. Eu encontrei a porta aberta e o vi caído no chão com um tiro no peito. Eu fiquei desesperado sem saber o que fazer naquela hora. Mas eu jamais toquei no corpo.
_Eu sei rapaz. O corpo não teve impressões digitais segundo a autópsia que os peritos fizeram. Continue por favor!
_Ok! E aí eu telefonei pra vocês comunicando o assassinato do meu amigo. Fiquei a espera de vocês por alguns minutos distante do corpo dele e aproveitei esse intervalo pra comunicar aos meus amigos também.
_Segundo o depoimento de Doróthy, ela foi a primeira a saber da notícia. Você mesmo ligou pra ela avisando de que seu amigo teria morrido. A ligação foi feita diante dos policiais dentro do apartamento da vítima. Pra quem ligou nesse meio tempo que a polícia ainda não tinha chegado?
Murilo se sente pressionado naquele momento.
_Antes de ligar pra Doróthy, eu havia ligado para o Wallace. Ele estava próximo do bairro e ele foi a segunda pessoa a encontrar o corpo do Zeca mas também não mexera conforme eu tinha dito antes.
_Hum. E por que não contou a polícia que o seu amigo Wallace também esteve presente na cena do crime?
_Olha delegado, eu sei o que está tentando insinuar. Eu não matei o Zeca e nem portanto o Wallace. Eu fiquei com medo de estar sozinho naquele apartamento deserto com o corpo do Zeca estendido no chão e por isso chamei vocês e o Wallace.
_Está nervoso Murilo? _pergunta o delegado sério. _O que eu não entendo porque razão o Wallace deixou você sozinho lá assim que a polícia chegou. Ele como seu amigo deveria ter ficado pra prestar alguma ajuda ou algum tipo de esclarecimento. Mas não. Os meus colegas foram lá checar a situação e encontraram apenas você. Como me explica isso rapaz?
_Eu não sei Delegado. O Wallace foi embora antes porque talvez tivesse algum compromisso sei lá. Eu também confesso que não entendi muito da parte dele.
_Olha rapaz, a nossa conversa termina aqui ok! Volta pra casa e tenta pensar um pouco. A situação está tensa pra todos os envolvidos e eu vou descobrir a verdade custe o que custar. Pode me dar licença agora! _diz o delegado, cansado.
Murilo sai da sala em silêncio e o delegado olha para o escrivão ao lado.
_É meu amigo, a parada não é fácil não!


Alguns dias depois, Gisele se sente enjoada e Doróthy desconfia de uma possível gravidez. Mas a jovem não consegue aceitar os fatos até que foi comprovada a verdadeira hipótese.
_Mas Doutor, os exames devem ter estar enganados. Eu não posso estar grávida. _se recusa Gisele perdida ao receber a notícia pelo seu médico.
_Bom, os exames constataram gravidez. Você está no primeiro mês de gestação. _diz ele, convicto.
_Não é possível meu Deus! Isso é loucura. Eu devia ter evitado isso!
_Gisele, essa gravidez não veio no momento certo né?
_Não mesmo Doutor. Eu estou confusa demais e minha vira está do avesso. Não pensava em ter um filho agora. _se desespera ela.
_Primeiro, se acalme! Eu como seu médico há tempos, conheço você melhor do que seus amigos. Por que não me conta os motivos por não querer essa gravidez? Eu sou seu amigo e quero lhe ajudar.
Gisele se acalma um pouco e tenta respirar fundo.
_O senhor sabe que eu sempre desejei um filho. Mas é que recentemente ocorreu situações desagradáveis na minha vida e eu não sei o que fazer. Eu conheci um rapaz que dizia me amar e que queria ficar comigo pra sempre mas acabamos nos afastando repentinamente.... _e ela conta detalhes de sua vida pessoal ao médico que ouve cada palavra atentamente.
Ao término da consulta, ele diz claramente á ela:
_Bom, Gisele essa gravidez vai depender de você. Se você deseja abortar e não ter essa criança, saiba que esta decisão é totalmente sua de livre e espontânea vontade. Eu como seu médico e amigo, depois de ouvir toda essa história te recomendo que continue com a gravidez. Você é uma mulher independente. Tem seu trabalho, tem pessoas próximas que te amam muito e que podem te ajudar se for preciso. Enfim, você pode ter o seu primeiro filho! Essa é a sua grande oportunidade minha amiga. Não desista ok! Mas como eu te disse antes: não quero te influenciar em nada. Você decide se quer correr esse risco ou não!
Gisele fica séria diante do médico.
←  Anterior Proxima  → Inicio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu Canal no Youtube

Novidade!!

Blogs Brasil

Google+ Badge

Ajude o site e ganhe um brinde exclusivo!

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Siga-nos por E-Mail

As Top 5+!

Frase do Dia

Seguidores