...
Feed
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
® Talentosos Escritores 2011/2015 - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px

Postagem em destaque

O sorriso que muda tudo - Texto Especial

Engraçado quando você gosta de uma pessoa e ela não te dá nenhuma chance. Não corresponde seus olhares, alega que a distância é um fardo eno...

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Google+ Followers

Featured Posts

Social Icons

Arquivo do blog

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você
Clique e conheça! Por Adriana Vieira

Arquivados

Tenha Talentosos Escritores no seu E-Mail

Compartilhe suas ideias!

Compartilhe suas ideias!

Em breve!

Marcadores

Traduza!

@Leoangellus

Anuncio!!

Leitor (a) da Semana

Leitor (a) da Semana
Quem será o próximo (a)?
"O site Talentosos Escritores" estará passando por mudanças em breve. Portanto, a ausência de postagens de conteúdos importantíssimos como as novelas por exemplos. Mas isso é algo que estamos organizando, tempo ao tempo. Eu, como administrador, estou contando com uma equipe boa pra poder fazer o site cada vez melhor. A gente está se reunindo pra obter novidades em alta pra você, que nos acompanha há muito tempo. Peço desculpas pela demora dos conteúdos e a gentileza de aguardarem pacientemente. O Talentosos Escritores vai mudar, mas tenho certeza de que será pra melhor ok! Um grande abraço a todos." - Leandro Angellus

Oferta Amazon!

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Carmem - 3º Capítulo

3º   Capítulo


Carmem estava dentro do trem apertado e a viagem para o subúrbio parecia que ia demorar, pois a composição parecia muito devagar e parava muito nos sinais da rede ferroviária.  Sem saber o que fazer direito e de pé na composição por ter dado lugar a uma senhora Carmem estava como que abraçada á um dos ferros tubular onde os passageiros se seguram para se apoiarem ao balanço da composição do trem.
         Estava acostumada já á aqueles sufoco diários e esperava tão logo mudar de vida e de situação para sair daquela rotina que ela já não queria mais pra si.
*
         Diferentemente do sufoco que Carmem estava passando alí viajando no trem da Central do Brasil indo para o subúrbio, em Paris o horário era diferente do Brasil com algumas horas a menos e Camillo andava pelas suas ruas elegantes em direção Boulevard onde deixara seu carro esporte Posch vermelho estacionado no sótão daquele elegante Shopping.

Carmem trabalhava numa banca de camelô na Rua Uruguaiana, onde vendia CDs e artigos de informática pirata, e era seu quebra galho enquanto não arrumava uma coisa melhor para fazer. entre vários admiradores e amigos que tinha, conseguiu que um tal de Ronaldo a que ela chamava de Naldinho arrumasse aquele bico para ela.
Sua carreira estava consolidada. Já era um jogador de futebol famoso e tinha tudo o que queria e praticamente o mundo estava aos seus pés. No Brasil já ouvira falar de um certo jogador que apelidavam de imperador e que praticamente mandava e demandava no clube que ele atuava devido a sua influência e seu passe caro, mas o verdadeiro imperador ela ele, Tony Camillo, um dos atletas mais caros do meio futebolísticos e todos os queriam e os times mais influentes e principalmente os da Europa que eram os maiores exportadores de craques brasileiros, o queriam, mas Camillo queria o que todos não queriam: Voltar ao Brasil e jogar em seu time e seu coração. E ainda mais: Seu coração estava prestes a entrar em outro jogo…
Ela sabia que aquele trabalho era uma grande jogada e sabia muito bem porque o pessoal encarnavam nela pelo fato dela trabalhar de camelô com produtos contrabandeados. Em primeiro lugar ela queria estar mais fora do bairro e não curtir tanta dificuldade que ela estava passando junto com sua mãe. Ela quería estar fóra de casa fazer amigos,conhecer pessoas e estava a um passo para um grande e obscuro negócio que Naldinho e seus conchaves estava para lhe oferecer. Ela no momento precisava estar ali na Uruguaiana e passar por aqueles momentos difíceis, mas era um passo para que ela saísse daquela dificuldade e desse um passo a mais em sua vida.

O toureiro Scamillo seduz Carmem  
na ópera de Bizet


Para Scamillo, o primeiro passo estava dado para ele depois daquela conversa com Mário Sebástian Pàstian e ele estava disposto a negociar seu passe através daquele poderoso e influente empresário e estava disposto mesmo a voltar ao Brasil. Agora que estava rico, famoso e conhecido era a hora de voltar para sua terra e dar um pouco de seu consagrado talento ao seu time de coração e que era um dos mais famosos da elite do futebol brasileiro, senão o mais consagrado.

Mais prestígio, fama, dinheiro e tudo o mais que Camillo podería adquirir em sua ascendente carreira ele não podería desejar mais, pois tinha tudo, e como o Imperador que conquistou quase todo o velho mundo europeu como aquela Gália em que Paris ali onde Camillo estava naquele momento, ele precisava conquistar mais algo. Ele não esquecia dela. E era por causa de Carmem praticamente ele desejava voltar ao Brasil e sua atuação no futebol brasileiro e a certa chamada na imprensa em torno de seu nome ele certamente esperava chamar a atenção de Carmem.

Ela quase não se lembrava dele. Foram tantos que a queríam e que ela fez encantar com sua beleza e foram tantos flertes, que ela achava todos vulgares e instrumentos de uso e com sua beleza e sedução era assim que ela agia com todos pois ainda não descobrira o amor e não se encantara por ninguém, mas somente encantava a todos. O que ela mais quería era conquistar algo mais em sua vida. Era bonita, se considerava inteligente pelo menos e sabia que merecia coisa melhor em sua vida e estava disposta a lutar por aquilo.
A a medida que o trem prosseguia a viagem e se afastava das luzes da cidade, os focos de luzes das estações passava em seu rosto quase que escondida na multidão que a espremia dentro do vagão, Carmem se perguntava o que ela estava fazendo ali e por um momento se perguntava também porque não aceitava as muitas ofertas que a ofereciam para que ela tivesse uma vida melhor e aproveitasse a sua beleza e sua juventude. Tudo tinha um preço na verdade, e Carmem não queria vender a sua liberdade por nada e não estar submetida aos caprichos do amor e de nenhum homem que a dominasse. Era ela que queria dominar.
*
Quando era morador como tantos anônimos daquele subúrbio na Vila Brasilândia, de família humilde, um jovem pobre sub-empregado e que sonhava como muitos daqueles em ser como um dos ídolos de futebol de seu time de coração, quem era ele para disputar o coração daquela morena e que era requisitada por tantos corações daquele bairro? Um perrapado que mal tinha dinheiro de passagem para se deslocar para a sede da base seu time de coração e que ele lutou por tanto tempo para ser descoberto por um olheiro e ser reconhecido e aos poucos ser levado ao time de elite até se tornar influente e mais tarde ser levado para Europa.

Agora ele quería voltar e voltar as suas origens e poder mesmo que de longe tentar influenciar aquela morena e quem sabe finalmente conquistar o coração dela? Seria um capricho do coração?
E era justamente disso que Carmem estava fugindo e seu coração nasceu, segundo ela para ser livre e não se prender a ninguém. Porque sua beleza, sua energia e sua vontade de viver sem limites podería ficar subjugada um homem sob a égide do amor que causava tantos conflitos desilusões e decepções? Não, ela não quería aquilo. No mínimo ela quería zoar, ficar e passar tempo como é a linguagem coloquial da galera e ela tinha muito que viver. Não quería ficar presa a ninguém.
Enquanto ela pensava nessas coisas algo acontecia e ela estava pronta a fazer o maior escandalo naquela viagem.


campanha no Facebook para
em transporte público foi deflagrada
pela Polícia Civil

- Quem você pensa que é, safado ? ?!! - Ela foi deixando, deixando sem que ninguém percebesse que um sujeito sob o balanço do trem comprimisse ao corpo dela por trás a ponto de sentir o volume da genitália do sujeito se avolumar discretamente em suas nádegas por debaixo da sainha em que estava vestida, mas logo ela deu uma cotovelada nele e logo algumas mais próximas á aquela situação repararam e deram risada dele.
         - Vai me dizer que não estava gostando pequena ?
         O sujeito olha com cara de deboche para Carmem e ainda arriscou a envolvê-la em sua cintura querendo puxa-la mais prá sí. Carmem olhou para ele com olhos de fogo, muito indignada e uma freada com a parada do trem numa das estações fez com que ela caísse mais em cima dele o que o sujeito sorriu estridente.
         Carmem não pensou duas vezes e deu uma apertada nas partes intimas dele o que fez ele soltar um palavrão bem alto e que chamou a atenção dos demais passageiros.
         - Gostou seu pilantra! Tá pensando que isso fica assim barato? Tarado!
         Quando os demais ouviu a palavra “tarado” aí a indignação e a curiosidade despertou pra cima da cena e o sujeito agora se viu numa enrascada.
         Carmem grita no meio dos passageiros:
         - Socorro gente tem um tarado na parada!
Aí não teve jeito, o sujeito saiu do trem com medo e começou a correr a plataforma da estação onde o trem estava parado e alguns começaram a correr atrás dele para pega-lo.
         Muitos homens começaram a correr e foi ai que um deles que todos os dias viajara ali e em outras conduções indo para casa deixou arriscou a expor seu anonimato e condição que era na multidão de todos os dias de lado, e rapidamente abriu o fecho de um dos compartimentos de sua mochila e no meio da multidão começou a correr também e passando pela cabine do maquinista falou como que dando uma ordem.
         O maquinista entendeu olhando para a pistola na mão do rapaz e a outra que ele mostrava rapidamente mostrando a sua credencial de polícia. Só deu tempo do maquinista ler rápido na carteira na mão do rapaz que corria com a mochila nas costas e com a arma na mão:

José Carlos- Cabo
Polícia Militar do Rio de janeiro

         - Polícia! Não saia com a composição. Ocorrência!
E o rapaz saiu correndo enquanto que o maquinista sem entender direito saiu pra fora da cabine e com o radio comunicação na mão que ele comunicava para a central de operações e estava meio confuso:
         - Mas afinal o que tá acontecendo?

A essa altura muita gente já saíra do trem e a confusão estava formada, pois o sujeito encoxador se atrapalhou ao tentar subir a escada rolante da estação pra fugir dali, mas pelo acesso de descida, o que retardara seu processo de fuga.
Carmem estava do lado da cabine do maquinista que estava confuso.
- Moço pelo amor de deus o senhor não saia com esse trem.
- Mas o que tá havendo afinal? – o agente ferroviário ainda estava sem entender.
-tem um tarado no trem moço! – falou outra mulher.
-Ele te machucou moça? – outra perguntou passando a mão no ombro de Carmem que estava confusa com sua bolsa e a sacola de mercadoria junto dela confusa e com ódio do que estava acontecendo.
- Não porque eu dei um safanão nele. Mas eu quero que peguem esse sujeito ! falar nisso, quem será aquele moço que foi atrás dele armado !?
- polícia moça ! ele se indentificou como polícia ! Fica calma que vai acabar tudo bem !- disse o maquinista. 
- Queria ver se fosse a mãe daquele sujeiro se estivesse aqui.
José Carlos o rapaz que se apresentou como agente poliocial corria veloz e subiu os lances de escadas que osujeito tomara para fugir e sair da estação. Mas quando ele ia chegar perto da roleta de saida, olhou para trás e viu o rapaz apontando a arma prá ele co as duas mãos:
- Parado ai ! polícia! 
Ele ficou olhando espantado e aterrorizado com a multidão que vinha atrás dele, mas não pensou muito. Parou e viu que não tinha jeito se não o rapaz ia atirar.
QWuando José viu que o sujeito se resignou com medo do linchamento até lá fora da estação, falou:
-Ninguém vai botar a mão em você. Vc tá preso !
Foi se aproximando dele apontando a arma.
- eu quería ver se fosse sua mãe que estivesse no trem e se alguém fizesse o que vc fez com ela como vc fez com aquela moça !

Campanha Contra os encoxadores
de mulheres nos transportes público
*

      *                 *  

*
←  Anterior Proxima  → Inicio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu Canal no Youtube

Blogs Brasil

Google+ Badge

Ajude o site e ganhe um brinde exclusivo!

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Siga-nos por E-Mail

As Top 5+!

Frase do Dia

Seguidores