...
Feed
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
® Talentosos Escritores 2011/2015 - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px

Postagem em destaque

O sorriso que muda tudo - Texto Especial

Engraçado quando você gosta de uma pessoa e ela não te dá nenhuma chance. Não corresponde seus olhares, alega que a distância é um fardo eno...

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Google+ Followers

Featured Posts

Social Icons

Arquivo do blog

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você
Clique e conheça! Por Adriana Vieira

Arquivados

Tenha Talentosos Escritores no seu E-Mail

Compartilhe suas ideias!

Compartilhe suas ideias!

Em breve!

Marcadores

Traduza!

@Leoangellus

Anuncio!!

Leitor (a) da Semana

Leitor (a) da Semana
Quem será o próximo (a)?
"O site Talentosos Escritores" estará passando por mudanças em breve. Portanto, a ausência de postagens de conteúdos importantíssimos como as novelas por exemplos. Mas isso é algo que estamos organizando, tempo ao tempo. Eu, como administrador, estou contando com uma equipe boa pra poder fazer o site cada vez melhor. A gente está se reunindo pra obter novidades em alta pra você, que nos acompanha há muito tempo. Peço desculpas pela demora dos conteúdos e a gentileza de aguardarem pacientemente. O Talentosos Escritores vai mudar, mas tenho certeza de que será pra melhor ok! Um grande abraço a todos." - Leandro Angellus

Oferta Amazon!

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

42º Capítulo - Distante Amor

Eleonora não se intimida na frente de Gracindo e pede pra ele sair de sua casa. Ele não obedece sua ordem e a provoca.
_Pára de se intrometer na minha vida e na vida do seu filho. _diz Eleonora brava.
_Você é uma sem vergonha. Uma mulher desprezível que não merece o meu filho. _diz ele, com raiva. _Por que não some de uma vez da vida do meu filho, desgraçada?
Eleonora começa a fazer cena de que está sentindo maltratada.
_Não faça cena comigo não sua ordinária! Eu conheço muito bem o seu papel de atriz.
_Quando seu filho chegar, todos nós vamos ter uma conversa. Eu não aguento mais ser humilhada por vocês.
_Você não é santa Eleonora! Não se finja de cínica. Eu estou cansado de ver meu filho se esforçar dobrado, trabalhar o dia todo pra não ter uma mulher decente em casa.
_O senhor acha que não sou decente. Veja só quem fala! Eu posso cometer erros mas o senhor também não está tão certinho assim não.
_Descarada! Eu não sei o que o meu filho viu em você.
_Beleza meu amor! Ele me ama do jeito que sou.
_Minha mulher deve ter razão. Você colocou o nome dele na macumba.
_Eu não preciso disso ok pra segurar homem. Edmílson voltou pra mim por livre e espontânea vontade. Eu nem queria mais ele. Fiquei com ele por pena. _diz ela, se revelando na frente de Gracindo.
_Mas você é...
_Eu sou linda e gostosa meu amor! Se seu filho está comigo, tem que viver sobre minhas ordens e se ele acredita que está feliz desse jeito, eu estou pouco me importando. Pego um, dois, três, quantos for que o otário do seu filho nunca vai saber de nada porque ele é bobo, tonto, panaca e um completo idiota. O que eu quero dele é isso. _ela pega a carteira e mostra notas de dinheiro. _Enquanto ele puder me dar isso, eu serei eternamente dele e ele eternamente eu.


Gracindo fica boquiaberto com aquelas palavras e ia levantar a mão pra dar em seu rosto mas hesita.
_Vamos! Bata em minha cara! _diz ela, corajosa e sem medo nenhum. _Eu tenho a justiça ao meu favor e qualquer coisa que vier a me acontecer, a culpa cairá pra vocês.
_Eu vou embora pra minha casa porque só de olhar pra sua cara me dá nojo. _diz ele, arrasado por dentro.
_Ah e uma última coisinha meu amor: Se Edmílson me fizer algo por causa de vocês, o seu segredo vai ser revelado.
Gracindo muda de expressão.
_Achou que eu tinha esquecido né? Não esqueci mesmo. Aquela pulada de cerca que você deu na sua mulher vai ser útil na hora certa pra mim. Resumindo: você não pode fazer nada pra me prejudicar porque senão detono você. A casa cai pra todo mundo.
_Você está blefando. Eu nunca traí Bárbara.
Nessa hora ela cai na risada e ele fica tenso.
_Nunca mesmo? Não é bem isso que meus olhos viram numa certa noite.
Gracindo segura o braço de Eleonora fortemente.
_Some da vida do meu filho, desgraçada. Você quer grana não quer? Eu pago a quantia que for mas some das nossas vidas.
_Abaixa o tom de voz porque o senhor está na minha casa. _diz ela, séria.
_Eu odeio você Eleonora! _diz Gracindo bravo.
Nesse momento, Edmílson os encontram na sala.
_Pai!!
_Filho? _se surpreende Gracindo ao vê-lo em sua frente com aquela expressão de descontentamento.
Edmílson tira a mão de Gracindo em Eleonora.
_O que está fazendo? Por que estão discutindo?
Eleonora começa a chorar.
_Seu pai veio me maltratar. Falou palavras horríveis pra mim meu amor.
Edmílson se sente revoltado.
_Pai, vai embora! Nos deixam em paz.
Uma lágrima corre dos olhos de Gracindo que fica perplexo com a atitude do filho.
_Você está me mandando embora de sua casa por causa da fingida de sua mulher?
_Sim. Por favor se retire de minha casa. _diz ele, decidido.
_Ok! Eu vou. Só quero te dizer uma coisa antes de sair por aquela porta. Não conte comigo pra mais nada. Foi um erro ter vindo aqui. Agora percebo o quanto errei mesmo.
E Gracindo sai porta afora deixando Edmílson e Eleonora sozinhos na sala. A porta se fecha com toda a força.
_Amor, você está bem? _pergunta Edmílson. _Chora não amor!
_Eu estou cansada Edmílson de ser pisoteada pela sua família.
_Eu sei amor mas vamos lutar juntos.
_Você sempre diz isso. Sua família quer que eu suma da sua vida Edmílson. _diz Eleonora revoltada, com lágrimas nos olhos. _Se você quer realmente viver comigo, esquece sua família.
_Amor, mas eu já estou vivendo com você.
_Edmílson você entendeu muito bem o que eu quis dizer. Não procure mais seus pais ok! Se quer viver comigo, esquece eles de uma vez por todas. Ou sua família ou eu!
Edmílson fica sem saída.

Adalberto bate na porta do quarto de Danilo que toca violão.
_Oi pai!
_Filho, há tempos que eu não te via tocar.
_Pois é pai. Eu estava sem fazer nada aqui e resolvi tocar um pouco pra distrair a mente.
_problemas? _pergunta ele, se aproximando e sentando na beirada da cama.
_Não. Apenas a saudade mesmo que está apertando um pouco.
_Sei como é isso. Tem tantas paulistas por aqui e você foi arranjar logo uma carioca. Agora tem que aguentar a distância.
_Nem fala pai. Distância é foda.


Adalberto sorri.
_E quando ela vem pra cá?
_Esta semana. Pai, o senhor vai nos deixar naquele flat mesmo?
_Claro filho. Eu faço questão que você fique por lá com ela.
_Mas eu não queria ficar na dependência.
_Que isso filho? Você não precisa comprar uma casa. Você já pode usar o flat que eu estou lhe dando. Tenho certeza de que Jéssica vai gostar muito.
_Pai, ela é simples. Ela não se importa com luxo, com dinheiro.
Adalberto muda um pouco de expressão.
_Quer dizer que Jéssica é pobre?
_Sim pai. Ela é pobre.
_E você ama ela?
_Sim. Estou perdidamente doido por ela.
_Filho, você bebeu? Cheirou?
Danilo fica sério com as palavras do pai.
_Eu não estou entendendo pai. O senhor se importa com isso?
_Eu estou pensando no seu futuro. Achei que a Jéssica fosse uma garota de classe média como a Victoria. Nunca pensei que ela...
_Ela é pobre pai. Faz faculdade devido a uma bolsa de estudos. É dedicada à família e eu amo ela.
_Eu não acredito nisso. Você está gostando de uma pobre. Que futuro essa relação vai ter? E se ela for uma caça dotes?
_Eu que não estou acreditando no que o senhor está me dizendo. Jéssica não é assim ok!
_Eu estou decepcionado com você Danilo. _diz Adalberto saindo do quarto e deixando o filho perplexo.

Gracindo chega em casa arrasado e com lágrimas nos olhos. Bárbara fica preocupada.
_O que houve contigo?
_Nada. _ele tenta disfarçar.
_Você não ouse esconder as coisas. Ande homem! Diga!
Gracindo olha pra ela sério.
_Você tem razão sempre meu amor! Deixamos o nosso filho colocar em nossa família uma verdadeira diaba.
Bárbara fica séria com aquelas palavras.
_O que tem a Eleonora nisso?
_Eu fui falar com ela e ela mostrou sua verdadeira face.
_Por quê você foi na casa dela?
_Eu fui dizer pra ela sumir da vida do meu filho.
_Mas não adiantou né?
_Aquela desgraçada fez cena pra Edmílson e no final das contas, deu tudo errado. Nosso próprio filho prefere ela do que a gente que deu tudo de melhor pra ele.
_Meu filhinho.
_Edmílson merece aquela mulher. Depois das palavras que ele me disse, eu lavo minhas mãos. Estou cansado!
_Amor...
_Eu vou pro meu quarto. E pense bem se vale a pena você levar esse plano seu adiante. Do jeito que andam as coisas, não é melhor nem tentar. _diz ele decepcionado.
Bárbara fica pensativa por alguns instantes.
_Ela está desmoronando nossa família cada vez mais. Eu tenho que evitar isso. _diz ela, refletindo consigo mesma.


←  Anterior Proxima  → Inicio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu Canal no Youtube

Novidade!!

Blogs Brasil

Google+ Badge

Ajude o site e ganhe um brinde exclusivo!

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Siga-nos por E-Mail

As Top 5+!

Frase do Dia

Seguidores