...
Feed
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
® Talentosos Escritores 2011/2015 - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px

Postagem em destaque

O sorriso que muda tudo - Texto Especial

Engraçado quando você gosta de uma pessoa e ela não te dá nenhuma chance. Não corresponde seus olhares, alega que a distância é um fardo eno...

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Google+ Followers

Featured Posts

Social Icons

Arquivo do blog

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você
Clique e conheça! Por Adriana Vieira

Arquivados

Tenha Talentosos Escritores no seu E-Mail

Compartilhe suas ideias!

Compartilhe suas ideias!

Em breve!

Marcadores

Traduza!

@Leoangellus

Anuncio!!

Leitor (a) da Semana

Leitor (a) da Semana
Quem será o próximo (a)?
"O site Talentosos Escritores" estará passando por mudanças em breve. Portanto, a ausência de postagens de conteúdos importantíssimos como as novelas por exemplos. Mas isso é algo que estamos organizando, tempo ao tempo. Eu, como administrador, estou contando com uma equipe boa pra poder fazer o site cada vez melhor. A gente está se reunindo pra obter novidades em alta pra você, que nos acompanha há muito tempo. Peço desculpas pela demora dos conteúdos e a gentileza de aguardarem pacientemente. O Talentosos Escritores vai mudar, mas tenho certeza de que será pra melhor ok! Um grande abraço a todos." - Leandro Angellus

Oferta Amazon!

terça-feira, 21 de outubro de 2014

51º Capítulo - Distante Amor

Eleonora desta vez não escapa de Edmílson e a raiva dele provoca medo.
_você deve estar possuído.
_eu não estou com nenhum demônio não! Quem é a possuída aqui é você que não sabe respeitar o homem que tem em casa.
_Edmílson você não está bem.
_E não estou mesmo não! Eu acabo de descobrir que sou corno. Enquanto eu trabalho feito um condenado, a minha mulher dá pra qualquer um até mesmo dentro de casa.
_eu não faço isso! Isso é coisa que colocaram na sua cabeça.
_chega! Eu não aguento mais tanta falsidade. Eu estou cansado de você Eleonora! _e ele aumenta a voz, falando grosso e firme com ela que fica completamente assustada.
_você nunca reagiu assim comigo.
_as coisas mudam meu amor. Vem comigo!
_pra onde? Me larga! _e ela tenta resistir.
Edmílson leva Eleonora semi nua até a porta de saída e a vizinhança toda vê a cena dos dois.
A mulher tapa os olhos das crianças ao ver que Eleonora estava exposta.
Bárbara fica chocada ao ver a atitude do filho.
_Por que me trouxe até aqui fora Edmílson? Você quer me desmoralizar é isso? eu não mereço! _grita ela descontrolada.
_Eleonora você é uma galinha! Quero mostrar pra todo mundo a verdadeira mulher que você é.
E ela começa a chorar em público.
Elisângela decide interferir.
_Edmílson volta pra dentro e resolve suas questões com ela a sós. A vizinhança não precisa saber quem é o certo e o errado aqui.
_Não! Eu não me importo de ser preso Elisângela por tratar a Eleonora assim. Ela brincou com o meu amor, pisou em cima do meu coração. Agora eu quero que todos vejam que a máscara dela caiu e que aquela imagem de mulher fiel não passa de mentira.
Elisângela fica em silêncio e Bárbara caminha em direção á Eleonora que olha furiosa dentro dos seus olhos.
_finalmente a vadia mostrou a verdadeira face.
_está feliz né? Conseguiu o que queria. _diz Eleonora.
Bárbara sorri com as palavras dela.
_Deus é pai! E finalmente meu filho caiu em si e descobriu a verdade sobre você. Do que adiantou fazer macumba pra ele se prender a você hein?
_eu não fiz macumba. _diz Eleonora séria e falando alto.
A vizinhança ri.
_Eu sempre quis que meu filho visse a cobra que você é.
_melhor ser a cobra do que uma velha fofoqueira e chifruda.
_você não me provoca senão lhe dou na sua cara.
_tente! Você é chifruda mesmo. Seu marido já ficou comigo na minha cama.


Edmílson fica chocado.
_meu pai!
_vadia! _e Bárbara dá um tapa no rosto de Eleonora e as duas se pegam na rua.
Elisângela e Edmílson tentam afastar as duas mas não adianta.
_vagabunda! Safada! Tenho ódio de você! _diz Bárbara descontrolada.
A polícia chega e afasta todo mundo.
Nesse momento, uma mulher se aproxima com uma jovem do lado. Dos olhos dessa jovem cai as lágrimas e Eleonora a reconhece de longe.
_Não! _diz Eleonora.
Elisângela percebe a expressão de Eleonora e olha pra jovem.
A mulher tenta impedir que a jovem se aproxime de Eleonora mas não consegue. A jovem faz sinal de que está tudo bem e vai em direção á ela que fica em prantos e toda marcada pela surra que Bárbara deu.
Edmílson desconhece a jovem e abraça a mãe fortemente.
_por que veio aqui? _pergunta Eleonora.
_eu só queria poder te dar um abraço. _diz ela, preocupada.
Nesse ínterim, João surge na rua e vê a cena. Os vizinhos o olham de cima a baixo.
Eleonora abraça Esthefany e as duas choram nos ombros da outra.
_Quem é essa jovem mãe? _pergunta Edmílson á Bárbara que não sabe responder.
Elisângela ouve e responde.
_é a filha dela Edmílson!
_filha? _indagam os dois numa só voz.

Heron e Jéssica chegam no endereço de Danilo e ela agradece por ele ter ajudado-na. Heron lhe deseja sorte e segue seu rumo.
Jéssica encontra uma pousada onde decide ficar por alguns dias.
Nesse momento, Gláucia encontra João se disfarçando entre as pessoas e se aproxima dele.
_Quem diria hein que sua amante fosse cair tão fácil assim. Quem perde a coroa deixa a majestade.
João se assusta ao vê-la e tenta não demonstrar preocupação.
_Eleonora sabe se virar. Ela é forte.
_Tão forte que não está podendo lutar sozinha. Por que não vai ajudá-la?
_Isso é briga de família. Eu não devo me envolver.
Gláucia solta uma gargalhada e diz:
_Você já está envolvido meu bem!

Nesse ínterim, Eleonora observa os olhares curiosos das pessoas ao redor e as sirenes da polícia piscando e deixa Esthéfani por um momento.
_O que estão olhando bando de urubus? Eu não me importo com ninguém aqui. A vida é minha e eu faço o que eu quiser.
_desavergonhada! Essa mulher me dá nojo. _comenta uma vizinha com cara feia.
_Eu sou gostosa! Isso sim! _ela rebate.
_você perdeu totalmente a classe Eleonora. _diz Bárbara.
_Não perdi não velha caduca! Eu fiz o que fiz por amor próprio. Eu não tenho culpa se seu filho quis voltar comigo porque amor não existia entre a gente. Se ele sentia algo por mim, eu não estou nem aí. Nunca gostei dele mesmo.
Edmílson ouve aquilo e sente mais raiva dela ainda.
_Você ouviu o que ela acabou de dizer meu filho? _diz Bárbara revoltada. _Essa mulher é o diabo em pessoa!
_Edmílson, de você e da sua família só queria a grana. Pronto! Falei! _diz ela, séria e sem medo algum.
_Mas eu vou dar na cara dessa mulher. _diz Bárbara tensa.
Edmílson a impede.
_como você tem coragem Eleonora? Eu tinha planos com você!
_Mas eu não tinha Edmílson! Você acha que eu ia passar a minha vida inteira atrás de um fogão preparando o seu jantar e fazendo cafuné no seu cabelo toda noite que a gente ia dormir? Me poupe! Quero mais do que isso.
_você queria era trair mais e mais! _diz Bárbara forte.
_Até que enfim a velha raciocina. _provoca Eleonora.
_tira essa mulher da minha frente antes que eu avanço nela. _diz Bárbara descontrolada.
Elisângela decide usar o gravador.
_Já que hoje é o dia das revelações priminha! Tenho uma coisa pra você! _e ela liga o gravador e a conversa de João é ouvida por todos.
Edmílson olha pra Elisângela e encara Eleonora seriamente.
_Cadê o seu amante que não está aqui Eleonora? Será que você também o perdeu?
Eleonora fica séria diante das pessoas e percebe que desde o início da confusão não tinha o visto.


_Ele deve estar com medo né? _provoca Edmílson. _A sorte dele é que ele não está aqui senão ia ver o que seria confusão de verdade.
_Mãe, vamos embora! _diz Esthéfani preocupada.
_Ainda não filha! Você precisa saber quem é o seu pai.
_Mãe, não importa! Vamos pra casa!
Edmílson e Bárbara se entreolham e as pessoas ficam curiosas pra saber o desfecho daquela conversa.
_Esthefáni, seu pai se chama Gracindo. Marido dessa mulher arrogante e intrometida. _revela Eleonora.
Bárbara desmaia na hora e Edmílson a acode.

Danilo fica preocupado com João devido a confusão no bairro com Eleonora e resolve sair do shopping pra procura-lo. Victoria também fica preocupada e resolve ir com ele, mas uma amiga a impede, pedindo pra ela ajudá-la a terminar um trabalho que estaria fazendo sobre biologia.
Nesse momento, Jéssica assiste a confusão de longe da pousada e fica assustada. O carro de Danilo atravessa a esquina e a jovem o reconhece no volante.
_Não pode ser! Danilo! _e ela sai da pousada ás pressas pra encontrá-lo mas o carro anda rápido demais e ela não consegue alcançar.


Enquanto isso no Rio, Suzane entra em seu apartamento depois de mais um dia de trabalho. Ao sair do elevador e caminhar pelo corredor até a porta, Victor a surpreende com uma arma e atira sem piedade nela. Suzane cai e ainda com os olhos aberto, consegue reconhecer o seu assassino.
_Que você descanse em paz! _e ele joga uma rosa em cima dela que se mistura com o sangue do seu corpo.
←  Anterior Proxima  → Inicio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu Canal no Youtube

Blogs Brasil

Google+ Badge

Ajude o site e ganhe um brinde exclusivo!

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Siga-nos por E-Mail

As Top 5+!

Frase do Dia

Seguidores