Blogs Brasil

® Talentosos Escritores 2011/2015 - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
"O site Talentosos Escritores" estará passando por mudanças em breve. Portanto, a ausência de postagens de conteúdos importantíssimos como as novelas por exemplos. Mas isso é algo que estamos organizando, tempo ao tempo. Eu, como administrador, estou contando com uma equipe boa pra poder fazer o site cada vez melhor. A gente está se reunindo pra obter novidades em alta pra você, que nos acompanha há muito tempo. Peço desculpas pela demora dos conteúdos e a gentileza de aguardarem pacientemente. O Talentosos Escritores vai mudar, mas tenho certeza de que será pra melhor ok! Um grande abraço a todos." - Leandro Angellus

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

20º Capítulo - Unidos pelo Destino

Harris deixa o livro de lado e se aproxima do pai e o abraça fortemente.
_Não se preocupe meu pai! Eu estarei com você pro que der e vier.
Guilherme se emociona e diz:
_Obrigado meu filho!
_eu não presenciei a história dele com a Esmeralda mas deve ter sido muito bonito. Pelo menos tirando o fato dele ter morrido inocentemente.
_sim. Mas o que me intriga é o fato do Dionísio lhe pedir ajuda. O que será que pode acontecer?
_ele não me explicou com detalhes. Apenas alertou que você precisaria de ajuda e eu posso ser útil nessa batalha.
_você? Não filho. Você não vai se intrometer nisso. Eu até imagino o que pode ser, mas eu preciso confirmar antes e eu sei muito bem quem pode me dar essa confirmação.
_Pai, o senhor não entendeu.
_Filho, esquece isso ok! Você não vai se intrometer nesse assunto. Eu já perdi sua mãe e não quero perder você. _diz Guilherme sério.


No dia seguinte, Esmeralda chega ao Brasil com Henrique e os dois pegam o táxi que vai direto para a mansão de Alexandre e Iracy. Dulce fica feliz ao ver sua menina chegando e corre para abraça-la de tanta saudade. Iracy apenas observa a chegada da filha ao lado de Alexandre que fica sério.
Nesse momento, Guilherme vai ao casebre da velha e bate na sua porta que ela abre logo minutos depois.
_Aguardava por sua presença.
_Que bom! Eu preciso falar com a senhora e é muito importante. _diz ele sem rodeios.
_Há uma guerra se aproximando.
Guilherme a encara séria.
_sim. E eu não estou pronto ainda pra entrar em combate.
_mas precisa porque se não entrar pode perder alguém que ama.
_não gosto quando fala assim. A senhora sabe muito bem o que aquele homem representa na minha vida. Ele é mais forte do que eu.
_quem disse que você está sozinho?
_porquê? Eu não posso envolver o Harris nisso. Ele é o único filho que tenho. É a minha vida.
_Dionísio pediu ajuda ao Harris e se ele fez isso é porque sabe que o seu filho é capaz de vencer qualquer um.
_eu tenho medo Morgana. Ele ainda está numa fase de aprendizagem.
_você que pensa meu caro. Seu filho herdou poderes incríveis e você sabe muito bem disso mas tem medo que ele os use.
_a senhora sabe ler meus pensamentos né?
_Por que está preocupado tanto com o seu filho? Ele sabe lidar com isso e nessa guerra que se aproxima, ele pode fazer a diferença.
_eu não quero o meu filho se intrometendo nesse assunto. Eu e o Henrique temos contas a acertar e eu farei isso sozinho.
_que lástima! Você não pode fazer isso sozinho. Seria como se matar.
Guilherme fica preocupado ao ouvir tais palavras.

Iracy se aproxima de Esmeralda e a abraça fortemente.
_Minha filha amada quanta saudade!
Esmeralda se distancia da mãe e diz:
_a senhora pode ter sentido minha falta mas eu não senti.
Iracy ao ouvir aquilo fica séria e depois resolve falar.
_Por que está me tratando assim?
_eu tenho motivos que a senhora sabe muito bem.
_Esmeralda, você nunca vai me perdoar né?
_Jamais. Agora muito menos depois que soube quem a senhora realmente é.
_do que está falando minha amada filha?
_Não me chame de filha porque casar obrigada eu fui capaz de fazer, agora ser vendida devido a um documento que exerce plenos poderes do meu marido isso é angustiante.
_eu não estou sabendo disso.
_ora me faça o favor. Veja se tem alguma palhaça aqui!
_Esmeralda me perdoe mas eu não...
_Cale-se mãe! A senhora nunca se importou comigo. Quem mais se importava era a pobre Dulce. Ela sim deveria ter sido minha mãe de verdade.
_você está muito nervosa. Depois vamos conversar sobre isso.
_Não tente fugir desse assunto porque ainda não terminei.
_Esmeralda...
_Eu sou uma bruxa e farei de tudo para encontrar a minha felicidade e nunca vou deixar ninguém muito menos a senhora interferir nos meus planos. _diz a mulher, com lágrimas nos olhos e fazendo Iracy ficar mais séria ainda.


Silvana vai a pousada e decide procurar por Apolo. Ela mostra uma foto do rapaz, dizendo que é irmã da namorada dele para a recepcionista que indica o número do quarto. Ao chegar na porta, ela bate e ele atende alguns minutos depois.
_Oi tudo bem? Silvana né?
_Sim. Eu mesma em carne e osso. _diz ela sorrindo.
_Ah legal! A recepcionista falou que você queria falar comigo.
_Olha, a gente não se conhece mas eu como irmã da Lauriete, preciso muito te falar isso. Eu não gosto de ver ninguém sofrer.
Apolo fica sério.
_O que houve? Diga logo!
_Lauriete não esqueceu o ex ainda.
_hum. Mas eu vou fazer ela esquecer. _diz Apolo determinado.
_eu sei que você deve ter boas intenções com ela, mas ex é sempre ex e eu sinto que ela ainda está apaixonada por ele.
_Bom, eu preciso conversar com ela seriamente se quer continuar ou não.
_Melhor, mas não diz que eu estive aqui não ta! Lauriete não ia gostar muito de saber e eu amo minha irmãzinha de coração.
_tudo bem! Eu não digo nada. Relaxa! _diz ele, desconfiado.
_Você realmente é tudo! _diz ela, piscando o olho.

Marieta se aproxima de Lauriete e diz:
_filha, que carinha de felicidade é essa hein? Você está namorando?
_Acho que sim mãe. Encontrei meu príncipe.
_Nossa! Eu quero conhecer ele viu.
_breve. _diz ela sorrindo feliz.
_É tão bom vê-la sorrir assim. Isso me encanta.
_tudo aconteceu tão depressa que nem percebi.
_ás vezes o amor faz isso com as pessoas.
_uma palavra certa mãe: amor. Acho que é isso que estou começando a sentir pelo Apolo.
_Apolo? Nossa! Um Deus grego.
Lauriete começa a dar risadas.

Alexandre e Henrique decidem conversar no escritório.
_Bom, estou pronto para ouví-lo. O que tem a me dizer? _pergunta Alexandre sério.
_Eu vou ser bem claro e direto com o senhor.
_sim. _diz ele, com um olhar observador e sem demonstrar um traço de preocupação.
_eu vou continuar casado com Esmeralda.
_Hum. Isso é bom!
_Mas...
_Mas o quê?

_Eu quero as suas propriedades e todos os seus bens que me pertencem. _diz Henrique, jogando sua cartada final e deixando Alexandre tenso. _eu exijo tudo em troca do dinheiro que você pegou comigo depois que se casei com sua bela filha.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Lançamento!

 
Copyright © 2013 Conectando Ideias - Traduzido Por: Templates Para Blogspot
Design by FBTemplates | BTT
close
#