...
Feed
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
® Talentosos Escritores 2011/2015 - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px

Postagem em destaque

O sorriso que muda tudo - Texto Especial

Engraçado quando você gosta de uma pessoa e ela não te dá nenhuma chance. Não corresponde seus olhares, alega que a distância é um fardo eno...

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Google+ Followers

Featured Posts

Social Icons

Arquivo do blog

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você
Clique e conheça! Por Adriana Vieira

Arquivados

Tenha Talentosos Escritores no seu E-Mail

Compartilhe suas ideias!

Compartilhe suas ideias!

Em breve!

Marcadores

Traduza!

@Leoangellus

Anuncio!!

Leitor (a) da Semana

Leitor (a) da Semana
Quem será o próximo (a)?
"O site Talentosos Escritores" estará passando por mudanças em breve. Portanto, a ausência de postagens de conteúdos importantíssimos como as novelas por exemplos. Mas isso é algo que estamos organizando, tempo ao tempo. Eu, como administrador, estou contando com uma equipe boa pra poder fazer o site cada vez melhor. A gente está se reunindo pra obter novidades em alta pra você, que nos acompanha há muito tempo. Peço desculpas pela demora dos conteúdos e a gentileza de aguardarem pacientemente. O Talentosos Escritores vai mudar, mas tenho certeza de que será pra melhor ok! Um grande abraço a todos." - Leandro Angellus

Oferta Amazon!

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Sétimo Capítulo - Unidos pelo Destino

video

Dionísio leva Esmeralda para uma gruta que fica escondida por trás da cachoeira e a faz deitar sobre a pedra, beijando seus lábios e tocando devagar em teu corpo. Os dois teriam o primeiro ato sexual ali mesmo.
Enquanto isso, o capanga anda de cavalo pela mata adentro procurando por Esmeralda e a velha percebe. Ao chegar na cachoeira, ele olha para todos os lados mas não a encontra.
Nesse momento, Dionísio e Esmeralda ao perceberem que é o capanga ficam em silêncio e aguardam ele ir embora pra então saírem.
_Precisamos ir agora. Não podemos perder tempo. _diz ele, colocando as roupas rapidamente.
_com certeza. _diz ela, também se arrumando.


Guilherme não tem um bom pressentimento e observa a coruja olhando pra ele.
_você também acha que eu preciso ir né? E eu vou mesmo!
Ele fecha a porta da casa e vai rumo á cachoeira.

Henrique fica sabendo do desaparecimento da Esmeralda através de um empregado da família ao se aproximar da mansão. O empregado foi subordinado para transmitir qualquer notícia á ele.
_Então ela fugira de casa. _conclui o empresário.
_sim senhor. Esmeralda pode ter um amante porque sozinha ela nunca seria capaz.
_amante? Isso é bem interessante! E você sabe pra onde ela foi?
_Pra cachoeira talvez. Ela sempre vai para aquelas bandas.
Henrique paga o empregado e avisa para não contar a Alexandre e Iracy que está ciente do desaparecimento da jovem e pega o cavalo e ruma para a cachoeira também.

Nesse momento, a velha observa a luz da vela que fica forte e supõe que algo ruím vai acontecer naquela noite.
Esmeralda se prepara pra fugir com Dionísio a cavalo e de repente, sente que deixou o cordão na gruta.
_meu cordão! Eu preciso dele.
_não é hora de pensar em joias Esmeralda. Precisamos ir!
_mas eu não posso ficar sem ele. Vamos voltar!
_Esmeralda...
_Dionísio por favor! Aquele cordão significa muito pra mim.
Dionísio respeita e volta com Esmeralda para a cachoeira, mas o que eles não esperavam que era tarde demais e que alguém os achariam juntos.
_toma cuidado amor! _diz Esmeralda preocupada ao ver ele entrando na gruta de novo.
O rapaz encontra o cordão na gruta e sai com a joia na mão.
_eu achei Esmeralda! Eu achei o cordão!
E de repente, uma bala de revólver atravessa o seu peito esquerdo, manchando sua camisa de sangue. Alguém atirou de dentro da mata e a escuridão ocultava sua face.
Do olhar de Esmeralda sai uma gota d’agua.
_Dionísiooooooooooooooooooooooooo!



O rapaz olha para ela com aquele olhar surpreso e coloca suas mãos sobre o sangue que derrama. Ele não consegue nem segurar o cordão direito de tanto nervosismo e este cai das mãos, mergulhando na água e ficando parado entre as pedras do ribeirinho.
“Aconteça o que acontecer você precisa estar com o seu cordão no pescoço.”
Ela lembra das palavras de Guilherme e corre para os braços de Dionísio, que se encontra ferido e sem forças para andar.
_Amor você vai ficar bem! Eu juro! Eu vou pedir ajuda. Por favor não me deixe!
_Esmeralda não dá tempo! Estou perdendo muito sangue e eu não sei se vou resistir.
_você vai resistir sim meu amor porque você é forte! A gente se ama muito e eu não quero lhe perder agora.
_você sempre vai me ter Esmeralda.
_amor! _diz ela, já com lágrimas nos olhos e sofrendo demais ao ver que o rapaz já deitava sobre o chão. _você é forte Dionísio! Não me deixe!
_Esmeralda desculpa!
_pelo quê amor da minha vida?
_eu peço desculpas por não ter conseguido tirar você daqui.
_não fala assim Dionísio! Nós vamos conseguir sair daqui e ser felizes juntos. Eu preciso do cordão. Onde ele está? Ele vai nos ajudar a sair dessa.
_como meu amor? É só uma joia.
_Não é apenas uma joia. É meu amuleto protetor e tenho certeza de que vai nos ajudar.
_ele caiu pelas pedras ali. _ele indica e ela vai até lá, onde remexendo nas águas escuras, procura desesperadamente. _achei! _e ela pega o cordão e traz á ele.
A respiração de Dionísio fica ofegante e ela já não sabe mais o que fazer.


_Tem que dar certo. Me ajuda cordão! _e dizia ela, segurando a pedra com força e colocando-as por entre os dedos dele também. _Dionísio viva! Eu preciso de você meu amor!
A velha fica séria ao ver a cena e do alto da árvore, a coruja pousa. Guilherme já se aproxima.
_Esmeralda eu te amo! _diz Dionísio, soltando as últimas palavras e fazendo a jovem chorar. _Droga de cordão! Você não me ajudou em nada.
E ela arremessa o cordão longe e no momento que a pedra toca a água, uma luz clara surge e ilumina todo o riacho.
Esmeralda abraça Dionísio já morto no chão e suas lágrimas correm feito rio.
_Eu também te amo meu amor e nunca vou esquecer você!
“O destino está se cumprindo.” A velha diz em pensamento.
No momento que o mesmo assassino ia atirar em Esmeralda também, a coruja levanta voô e impede, recebendo o próprio tiro.
Guilherme ouve o ruído de tiro e se preocupa, encontrando a sua coruja ferida minutos depois e em seguida encontra o casal. Ele abraça Esmeralda fortemente que não parava de chorar.
_eu não posso deixa-lo aqui. _diz ela agoniada.
_mas você precisa Esmeralda! Você corre perigo aqui.
E ele pega pela sua mão á força e arrasta pela floresta adentro. A única coisa que Esmeralda estava focada era a cena que viveu e isso a deixou completamente abalada. Nem mesmo o barulho do revólver a afastou do seu grande amor.


*Obs: O horário da novela que seria publicado a partir das 20hs mudou. A partir de hoje, os capítulos passaram a ser postados de manhã ás 11:00hs (Horário de Brasília).
←  Anterior Proxima  → Inicio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu Canal no Youtube

Novidade!!

Blogs Brasil

Google+ Badge

Ajude o site e ganhe um brinde exclusivo!

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Siga-nos por E-Mail

As Top 5+!

Frase do Dia

Seguidores