...
Feed
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
® Talentosos Escritores 2011/2015 - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px

Postagem em destaque

O sorriso que muda tudo - Texto Especial

Engraçado quando você gosta de uma pessoa e ela não te dá nenhuma chance. Não corresponde seus olhares, alega que a distância é um fardo eno...

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Google+ Followers

Featured Posts

Social Icons

Arquivo do blog

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você
Clique e conheça! Por Adriana Vieira

Arquivados

Tenha Talentosos Escritores no seu E-Mail

Compartilhe suas ideias!

Compartilhe suas ideias!

Em breve!

Marcadores

Traduza!

@Leoangellus

Anuncio!!

Leitor (a) da Semana

Leitor (a) da Semana
Quem será o próximo (a)?
"O site Talentosos Escritores" estará passando por mudanças em breve. Portanto, a ausência de postagens de conteúdos importantíssimos como as novelas por exemplos. Mas isso é algo que estamos organizando, tempo ao tempo. Eu, como administrador, estou contando com uma equipe boa pra poder fazer o site cada vez melhor. A gente está se reunindo pra obter novidades em alta pra você, que nos acompanha há muito tempo. Peço desculpas pela demora dos conteúdos e a gentileza de aguardarem pacientemente. O Talentosos Escritores vai mudar, mas tenho certeza de que será pra melhor ok! Um grande abraço a todos." - Leandro Angellus

Oferta Amazon!

terça-feira, 24 de março de 2015

44º Capítulo - Unidos pelo Destino


*Capítulo dedicado a Weslley Manson

Augusto observa sério para os dois e Donizete não se intimida.
_Você foi pago pra vigiar agora?
_Desculpa Donizete mas só passei por aqui mesmo.
Donizete fica sério e Dulce, preocupada.
_Você é um homem esperto. Admiro muito sua coragem.
_Por que diz isso?
_Para um cara que quer matar Henrique, você parece bem determinado.
_Augusto não foi isso que você ouviu. _diz Dulce, tentando corrigir a situação.
_Se acalma Dulce. Eu não vou falar para o Henrique coisa alguma.
_E porque o motorista não vai falar dar com a línqua nos dentes?
_Porque eu fui contratado para dirigir e não fazer fofocas e intrigas. _diz Augusto sério.
Dulce fica mais calma e Donizete suspeita da atitude do rapaz.
_Ninguém guarda uma revelação em vão.
_Donizete, o que ouvi aqui morre aqui.
Dulce e Donizete se entreolham.

Harris fica pensativo a respeito de Esmeralda e Dionísio e vai para a cozinha, quando ouve seu pai Guilherme telefonando para Morgana. Ele escuta atrás da porta.
_Morgana, eu vou deter esse relacionamento!
_Você não pode fazer isso. Está no destino dela.
_Eu estou no destino de Esmeralda. _ele diz furioso.
_Não cometa o mesmo erro do passado Guilherme.


_Eu matei Dionísio e posso matar o Herus se ele continuar se intrometendo em meu caminho. _diz Guilherme tenso no telefone e Harris fica chocado ao ouvir a tal revelação.
O rapaz sobe as escadas devagar e entra no quarto, totalmente perplexo e desconhecendo o seu verdadeiro pai.
Nesse momento, ele se aproxima da janela e fica com aquela revelação martelando em sua cabeça. De repente, ele sente que precisa falar com alguém e imediatamente, pega sua mochila e sai porta afora.
_Para onde vai mocinho? _pergunta Guilherme ao vê-lo apressado sair da casa.
_Pai! Eu vou na casa de amigos. Antes do almoço, volto! _e ele pega sua bicicleta rapidamente.
O pai nem desconfia de nada e continua no telefone.

Crislaine, de dentro do táxi, pede para deixa-la próximo da esquina onde ela avista o castelo e saindo do carro, ela se dirige até o portão daquele imóvel misterioso e abandonado.
_Então é aqui que o Henrique de vez em quando vem. _ela fala pra si mesmo em pensamento. _Preciso dar um jeito de entrar nesse castelo. Pensa Crislaine!
De repente, um zelador surge do interior do castelo e ela a chama no portão. Ele vai até ela, sorrindo alegremente.
_Oi senhorita! Em que posso ajuda-la?


_O Henrique se encontra?
_Não. Não. Ele está na mansão agora.
_Hum.
_Dois. _ele diz, sorrindo.
_Engraçado você né? Adorei seu senso de humor. _diz ela, sorrindo ironicamente.
_Desculpa senhorita mas é que faz parte do meu serviço brincar um pouco.
_Que bom que você gosta de zoar um pouquinho porque preciso de um favorzinho seu. Ah e não será de graça não! _ela tira o dinheiro da bolsa e mostra a ele, que fica de olho arregalado.
_Quanta grana hein? Bufunfa da boa.
_Só depende de você.
_Mas o que a senhora quer de um pobre serviçal?
Crislaine sorri maquiávelica.

Enquanto isso, Fernanda sente que se abrir a boca e falar a verdade para a mãe, ela vai ter sérios problemas com o seu pai dentro de casa e prefere mais uma vez se calar. Françoise fica esperando por uma resposta da filha ao lado de Belmiro que olha para ela séria e com um olhar ameaçador.
_Então minha filha você me pede para deixar aquele rapaz sair ileso dessa história toda e eu estou aqui esperando pra você me dizer algo de útil e até agora nada. Um de vocês dois tem que falar o que se sucedeu nessa casa a ponto de deixar um desconhecido derrubar nossa própria porta.
Belmiro e Fernanda se entreolham, até que ele decide falar.


_Aquele rapaz invadiu a nossa casa como eu mesmo te falei antes e queria roubar a gente. Só que eu como todo pai que defende a boa honra da filha, impedi que ele fizesse alguma maldade com ela. Veja mulher: nossa filha estava saindo do banho quando ele arrombou a porta e queria ataca-la.
_Meu Deus! A sorte que você estava aqui. Mas por que pediu para aquele rapaz sair daqui filha? Ele tinha que estar preso agora.
_Eu queria chamar a polícia mas ela não deixou porque ele e ela estão namorando. _mente o pai, com todo o cinismo dele.
_Namorando? _ela fica chocada.
Fernanda olha para Belmiro sério e faz gesto de que sente pena dele.
_Você sempre foi o meu orgulho minha filha. Se envolver com bandido!
_Mãe, as coisas não são assim. _diz Fernanda, preocupada.
_Eu não quero mais ouvir nada. Eu já ouvi o suficiente hoje.
_Pois é meu amor! Eu estou tão chocado quanto você. Melhor pra todos nós que aquele rapaz não apareça aqui. _diz Belmiro.
_Se ele aparecer aqui, eu vou chamar a polícia! _diz ela irritada e indo pro quarto.
Fernanda olha para o pai que sorri a toa e diz:
_você não vale nada. Falso!
_Não me subestime filha! _diz ele, entrando no quarto também e deixando ela só na sala, com um olhar triste.

Herus se encontra com Esmeralda e os dois se abraçam fortemente. Ele a leva para um restaurante, mas por acaso do destino, Henrique estava ali também e fica sério ao ver o casal juntos. Finalmente ele conhece o seu inimigo, ou melhor, o amante de sua mulher. Esmeralda e Herus se entreolham e tentam disfarçar um pouco, sentando numa mesa bem reservada.
_Eu nem sabia que ele estava aqui. _diz ela, tensa.
_Relaxa meu amor! Ele não pode fazer nada contra a gente aqui.
_Isso é verdade. Ele preza muito a imagem dele.
Henrique serve-se de uísque e encara os dois friamente.
Herus percebe o olhar dele e provoca, pegando na mão dela em sua frente e beijando.
_Herus... _diz Esmeralda.
_Não fale nada! Eu te amo! _diz Herus, aproximando os lábios dela do dele.

video

Henrique sente um ódio invadir seu coração e acaba quebrando a taça de uísque de raiva na mão.
Algumas pessoas voltam seus olhares a ele, que disfarçadamente diz que ocorreu um pequeno acidente. Ele sai do restaurante, após pagar pelo prejuízo e entra no carro em seguida.
_Filho de uma quenga! Eu ainda o mato com minhas próprias mãos.

Crislaine consegue entrar no castelo e o zelador a deixa sozinha no salão. Ela verifica o seu celular e depois olha para todos os lados. A lembrança do passado vem à tona, de quando ela se envolvia com o Henrique e que ele a desprezava.
“_Se você me ama, lambe esse chão. _diz ele, cheio de si.
_você nunca sentiu um pingo de sentimento por mim?
_Eu só sinto pena, Crislaine. Eu jamais vou me envolver com pobres.
_Mas você disse que me amava.
_E você tola acreditou né? Garota, ve se te enxerga! Ve se cresce e pára de sonhar tanto. Nasceu pobre e vai morrer pobre...”
As lágrimas rolam em sua face.
_Preciso ser forte. O passado não vai atrapalhar meus planos.
E ela entra num cômodo que parecia desconhecido e percebe que há uma porta entreaberta, no qual ela olhando de relance, via uma escadaria que descia lá pra baixo. Ela sem hesitar, entra por essa porta e desce a escada.

Herus e Esmeralda conversam sobre o cordão no restaurante.
_Mas só pode ser ele! _diz Herus, objetivo.
_Droga! Que vacilo que dei! E eu não desconfiei de nada Herus.
_Mas ele sabia onde você guardava esse cordão?


_Não, mas o meu quarto não tem segredos. Ele pode muito bem ter vasculhado tudo.
_Morgana aconselhou para este cordão não cair nas mãos de ninguém. Ela disse isso pra mim quando me entregou.
_Eu sou idiota! Mas eu tenho que pegar de volta o que é meu.
_Henrique é esperto e ele não vai facilitar assim.
_o meu amuleto de proteção em mãos erradas.
_totalmente erradas. _diz Herus sérissimo.

Henrique desperta do banco do carro e vê Herus sair do restaurante com a Esmeralda. Ele sai do carro e se aproxima do casal, que páram ao ver ele chegar.
_Está com medo de mim rapaz? _pergunta Henrique.
_eu não tenho medo de você. _diz Herus, forte.
Henrique sorri.
_Não é o que parece. Acho que você não teve um bom descanso né?
_é só o que sabe fazer de melhor?
_não me provoca!
_deixa o Herus em paz! _intercede Esmeralda. _O seu assunto é comigo!
_tudo bem Esmeralda! _diz Herus, confiante. _Henrique não pode fazer nada em plena rua porque ele tem uma imagem a zelar como você mesma disse.
Esmeralda olha para Herus nesse momento.
_Até que o seu amante é bem esperto. _diz Henrique. _Eu prefiro fazer as coisas do meu jeito, na surdina sabe?

_Sei muito bem. _diz Herus, sério e sem temor algum.
←  Anterior Proxima  → Inicio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu Canal no Youtube

Blogs Brasil

Google+ Badge

Ajude o site e ganhe um brinde exclusivo!

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Siga-nos por E-Mail

As Top 5+!

Frase do Dia

Seguidores