Blogs Brasil

® Talentosos Escritores 2011/2015 - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
"O site Talentosos Escritores" estará passando por mudanças em breve. Portanto, a ausência de postagens de conteúdos importantíssimos como as novelas por exemplos. Mas isso é algo que estamos organizando, tempo ao tempo. Eu, como administrador, estou contando com uma equipe boa pra poder fazer o site cada vez melhor. A gente está se reunindo pra obter novidades em alta pra você, que nos acompanha há muito tempo. Peço desculpas pela demora dos conteúdos e a gentileza de aguardarem pacientemente. O Talentosos Escritores vai mudar, mas tenho certeza de que será pra melhor ok! Um grande abraço a todos." - Leandro Angellus

terça-feira, 28 de abril de 2015

48º Capítulo - Unidos pelo Destino

Dentro do castelo, a luta continua entre as forças espirituais de Henrique e Crislaine. Morgana sente que está perdendo sua protegida aos poucos e resolve fazer algo que possa transmitir mais energia à ela. Com as pedras postas na mesa e o desenho do pentagrama no meio de velas pretas e pedaços de frutas silvestres, ela faz uma invocação e um espírito sai de uma fumaça de um incenso. Numa sala reservada longe de todos, ela pede ao espírito que eleva suas forças à Crislaine que naquele momento luta com a força maligna de Henrique. E dito e feito! A força de Morgana prevalece sobre a aura de Crislaine e ela consegue derrubar Henrique. Ao vê-lo no chão e fraco, as chamas do círculo que estavam flamejantes apagam deixando apenas rastros de fumaças por todos os lados e ao aproximar-se dele, ela tira o cordão de Esmeralda de sua posse e diz em alto som que ele não é páreo pra ela. Henrique fica cheio de raiva por ter perdido a luta e faz ameaças.

­_Eu vou te matar! De algum jeito eu vou te matar.

_Tente Henrique porque quem faz mal pra mim, também vai receber o mal. _diz ela, séria.

Nesse momento, entra Esmeralda, Guilherme e Herus no castelo e encontra os dois ali.

_O que fazem aqui? Vocês não são bem vindos aqui! _diz Henrique irado.

_Viemos ver sua queda. _diz Herus, consciente.

Crislaine joga o cordão para Esmeralda que ao receber em suas mãos, um brilho que vinha em direção à janela o faz reluzir intensamente.



_Finalmente eu estou com o cordão! _diz Esmeralda, feliz.

Henrique soca o chão com sua mão fortemente e Guilherme se aproxima dele.

_Nenhuma força é capaz de vencer a protegida de Morgana.

_Morgana? Eu sabia que tinha alguém por trás disso tudo. _diz Henrique, impaciente.

_Morgana sempre me protegeu, Henrique. _diz Crislaine, séria.

_Você também tem a magia da floresta? _pergunta Esmeralda perplexa à Crislaine.

_Não. Eu só conduzo as forças do universo.

_Todos aqui têm suas missões. _Interrompe Guilherme. _Esmeralda conduz a força da natureza, Crislaine o universo, Henrique, a maldição e Herus, a força celestial.

Nesse momento, Herus fica perplexo.

_Sim. Essa é a minha sina. Parece que todos nós estamos interligados.



_Eu vou derrotar a todos. _diz Henrique, irado interrompendo a conversa dos outros. _Bem que as cartas que eu jogava preveu que um homem ia se opor em meu casamento e interferir meus planos. Este homem é o Herus e não o Guilherme, que imaginei que fosse.

O espírito de Morgana aparece para todos e diz:

_Henrique, nenhuma força se abaterá contra todos nós.

_Então você é a força maior que conduz eles?

_Sim. Enquanto existem divindades como você na terra, os meus protegidos sempre estarão dispostos a guerrear.

Henrique olha furioso para Morgana e Esmeralda olha para Crislaine totalmente confusa. A jovem se aproxima dela.

_É tão confuso mas agora entendo qual é a minha missão aqui.

_Esmeralda, ainda não está terminado! A sua missão maior você não fez ainda.

_Eu posso saber o que é?

_No momento não, mas tem a ver com o seu coração.

Morgana se aproxima de Henrique e ele olha para Crislaine friamente.

_Eu ensinei muitas coisas no passado pra você no passado e nem me dei conta de que estava entregando todos os meus conhecimentos.

_Ela se aperfeiçoou bastante durante esses anos todo. _diz Morgana, rebatendo. _Não foi em vão que ela decidiu trabalhar comigo, após ser banida do seu império.

Henrique decide se levantar do chão, ainda sem forças alguma.

Esmeralda olha para a pedra existente em seu cordão e vê a imagem de Dionísio aparecer. Ela sente que chegara o momento de fazer algo para impedir que Henrique continuasse atormentando suas vidas. E ela olha para Herus, para Guilherme e para Crislaine e depois seriamente se aproxima de Henrique.

_O que você quer derrotando a gente Henrique?

_Poder. _responde Henrique. _O poder que cada um tem será meu.

Herus fica sério e diz:

_Esmeralda, o que você vai fazer?

_Eu vou entregar o meu poder para Henrique. _diz ela, séria.



Guilherme e Crislaine se entreolham.

_Você não seria tão idiota a esse ponto. _diz Henrique, duvidando.

_E não seria mesmo. _diz Esmeralda, jogando o cordão para o alto e no mesmo momento, Crislaine, Herus e Guilherme jogam o seu poder elevado sob o objeto que brilha fortemente com a luz do dia e aquela magia circunda todo o castelo, eliminando de vez Henrique de suas vidas.

E quando a magia se dissipa, Henrique jaz morto no chão e seu espírito maligno é preso dentro de um velho espelho, o qual se quebra no meio e se espatifa em mil pedaços.

Mas com a morte de Henrique e a fraqueza do seu poder, Esmeralda desmaia nos braços de Herus e Morgana apóia ela em uma mesa velha.

_O que está acontecendo com ela Morgana? Acorda meu amor! _diz Herus suplicando.

_A missão dela Herus. Ela está se encontrando com o verdadeiro eu. É como se estivesse viajando no tempo.

_Mas...

_Aquiete seu coração Herus! Ela vai voltar em breve.

Crislaine e Guilherme se entreolham e Herus fica preocupado.



E Morgana estava certa. Esmeralda viaja no tempo e volta á uma vida que não conhecia. Ela estava numa cidade diferente e caminhava devagar por uma rua de pedras e acima de sua cabeça, havia um castelo enorme cercada por pantânos e a visão que tinha é que aquele cenário era deprimente. Havia mendigos nas ruas e até nos portões do castelo, como se fossem sombras querendo fazer-lhe algum mal. E de repente, ela viu um ser dentro do castelo, que possuía chifres e uma capa enorme negra. Morgana estava lá. A verdadeira Morgana Le Fay.



E ela puxou Esmeralda para dentro do seu castelo e esta mostrou a pedra esverdeada no qual tinha o seu nome gravado e indicou  a entrar por uma porta, no qual ela seguiu e avistou o seu cavalo, um unicórnio branco com um chifre único apontado em sua direção. E aquele animal relinchava ao ver sua presença.

Esmeralda que antes estava calada, resolveu falar.

_Por que eu estou aqui?

_Por que você derrotou uma sombra maligna de sua vida.

_Mas eu preciso voltar.

_Eu sei. Existe alguém especial né?

_Sim.

_Mas vocês se reencontrarão em outras vidas.

_O que está dizendo? Eu quero voltar pra minha vida. Eu quero voltar para o meu amor.

_Esmeralda, você é a minha substituta nesta vida! A sua missão termina aqui se você quiser.

_Não! _diz Esmeralda. _Eu não posso porque a minha vida se interliga ao Herus.

E nesse momento, tudo parece desabar em seus pensamentos e ela sente sendo puxada de volta e de repente, os seus olhos abrem diante de Herus.

_Meu amor, você voltou!

Ela se levanta depressa e olha para Morgana que sorri feliz.

_Agora entendo qual é a minha missão. E eu voltei por isso.



Horas depois, Esmeralda abraça a mãe Iracy e chora diante da perda do pai. Dulce fica comovida com aquela situação e o delegado chega na mansão.

_Encontramos o empregado Donizete morto na cachoeira.

Todos ficam sérios com a notícia.

_Parece que ele mesmo se matou. _diz o delegado, lamentando.

D. Iracy fica em silêncio nesse momento.



Guilherme chega em casa e não encontra o filho Harris.

_Onde será que ele está meu Deus?

Enquanto isso, Crislaine recebe a visita de Ralph.

_Eu soube que andou me procurando.

_Pois é! Onde estava hein?

_Saí um pouco pra espairecer. Mas por que está aqui?

_Por que eu estou disposto a ir embora daqui.

_Ralph, achei que a gente já tinha conversado sobre isso.

_Crislaine, eu preciso dar um jeito na minha vida.

_Fica comigo! _diz ela, séria. _A gente se dá super bem um com o outro.

_Hum! E aquela história de que não se envolve com ninguém?

_Esquece aquela história e vamos escrever a nossa juntos. _ela se aproxima e o beija nos lábios.



Dias depois, com a morte de Henrique, Iracy fica completamente agoniada por nunca ter a mansão de volta mas Esmeralda a tranquiliza dizendo que o ex-marido tinha assinado um documento antes de vir a falecer.

_Então não estamos perdidos? _pergunta Iracy.

_Não mãe! A gente teve nossos pertences recuperados. O próprio Henrique nos devolveu.

_Mas como isso é possível?

_Eu não sei. Eu só sei que segundo a justiça, a gente teve nossos pertences devolvidos.



Lauriete se encontra com Phelipi e os dois começam a sair juntos para surpresa de Sirlene. Mas Apolo está de volta e seu coração ainda não esqueceu o rapaz.

_Será que a gente pode conversar? _pergunta Apolo ao se esbarrar com ela na rua.

_Ela está comigo cara! _diz Phelipe sério.



_Calma! _pede Lauriete. _Eu preciso conversar com ele, Phelipe!

Phelipe coloca a mão na cabeça e fica já agoniado e Lauriete resolve conversar com Apolo.

_Espero que a nossa conversa seja breve! _diz ela.

_E será sim Lauriete! _diz Apolo.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Lançamento!

 
Copyright © 2013 Conectando Ideias - Traduzido Por: Templates Para Blogspot
Design by FBTemplates | BTT
close
#