...
Feed
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
® Talentosos Escritores 2011/2015 - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px

Postagem em destaque

O sorriso que muda tudo - Texto Especial

Engraçado quando você gosta de uma pessoa e ela não te dá nenhuma chance. Não corresponde seus olhares, alega que a distância é um fardo eno...

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Google+ Followers

Featured Posts

Social Icons

Arquivo do blog

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você
Clique e conheça! Por Adriana Vieira

Arquivados

Tenha Talentosos Escritores no seu E-Mail

Compartilhe suas ideias!

Compartilhe suas ideias!

Em breve!

Marcadores

Traduza!

@Leoangellus

Anuncio!!

Leitor (a) da Semana

Leitor (a) da Semana
Quem será o próximo (a)?
"O site Talentosos Escritores" estará passando por mudanças em breve. Portanto, a ausência de postagens de conteúdos importantíssimos como as novelas por exemplos. Mas isso é algo que estamos organizando, tempo ao tempo. Eu, como administrador, estou contando com uma equipe boa pra poder fazer o site cada vez melhor. A gente está se reunindo pra obter novidades em alta pra você, que nos acompanha há muito tempo. Peço desculpas pela demora dos conteúdos e a gentileza de aguardarem pacientemente. O Talentosos Escritores vai mudar, mas tenho certeza de que será pra melhor ok! Um grande abraço a todos." - Leandro Angellus

Oferta Amazon!

sábado, 1 de agosto de 2015

12º Capítulo de Corações Desimpedidos - Reprise

Doróthy se lamenta ao receber a triste notícia de Zeca e Wallace decide consolá-la.
_Eu não queria que nada acontecesse à ele. Por que meu Deus? _ela fica arrasada.
_Não fica assim meu amor. _diz ele, abraçando ela fortemente.
_Eu preciso avisar aos outros. Gisele, meu Deus! Ela vai ficar péssima com essa notícia. Eu não quero nem pensar sabe?
_Mas eles vão saber Doróthy principalmente ela. E por mais que seja triste contar a verdade, não tem jeito meu amor.
_Assassinado? Quem será que fez isso? _ela fica abalada com a situação.
Wallace fica em silêncio.

A notícia da morte de Zeca surpreende seus amigos e familiares. Grace não consegue acreditar que Zeca fora assassinado e Murilo decide prestar seu depoimento na delegacia. Mesmo abalada com a situação, Doróthy decide contar a Gisele e o clima fica tenso pra todos. Júlia e Pablo decidem dar apoio á amiga que sofre intensamente com a notícia.
Enquanto isso, Daniel desperta ao lado de Maria e não acredita que passou a noite ao seu lado.
_você dormiu como um anjo meu amor! _diz ela, acariciando seus cabelos.
_O que você faz aqui? _diz ele, se levantando depressa e colocando suas roupas.
_Você me chamou aqui. Lembra não? Foi tão legal nossa noite!
_Você passou a noite aqui comigo? Não aconteceu nada né?
_Ah meu amor, aconteceu sim. Não se lembra?
_Eu não lembro de nada Maria. Eu to com a minha cabeça confusa.
_Você bebeu todas ontem à noite. Eu estava no bar com você e aí, você me chamou pra vir em sua casa.


Maria faz cena pra Daniel

_Eu devia estar louco. Eu jamais faria uma coisa dessas. Você acabou com a minha vida.
_Isso é passado ok! Eu mudei Daniel. Eu ainda te amo. Será que não percebe isso?
_Eu quero você longe de mim entendeu? Eu vou procurar a Gisele e vou pedir desculpas por tudo. Eu não devia ter saído magoado daquele shopping. Ela sim precisa de mim porque  caiu nas armações do Zeca.
_Olha, eu não queria estragar o seu dia não mas ela esteve aqui ontem.
_Gisele esteve aqui? _ele pergunta intrigado.
_Sim e não gostou de ter me visto ao seu lado não.
_O que você disse à ela Maria?
_Eu não disse nada mas ela não quer te ver Daniel.
_Satisfeita por mais um golpe baixo que você fez? Você não presta Maria! Você não vale nada! Vá embora por favor! Suma da minha vista! _diz Daniel irritado.
_Pode deixar que eu vou! Ah e uma última coisa: adorei ter dormido com você. Pelo menos, eu matei a saudade.
_Foraaaa!
Maria pega sua bolsa e sai porta afora. Daniel bate a porta com toda força.

Os peritos analisam o local do crime e o delegado acompanha tudo. Um dos policiais verifica o celular da vítima e lê a ultima mensagem de texto. Um encontro no shopping combinado por volta das 20hs com um grupo de amigos e enviado pra Maria.
_Delegado, o que o senhor acha? _pergunta o policial ao mostrar a mensagem do celular.
_Vamos entrar em contato com ela.
 Logo ao sair da casa de Daniel, Maria recebe a ligação da polícia.
_Como é que é? _ela se surpreende.
_A senhora está sendo chamada pra prestar um esclarecimento sobre a morte de Zeca.

O assassinato de Zeca foi um crime predestinado. Assim se confirmaram algumas hipóteses.
O suposto assassino (a) entrou no condomínio. Pegou o elevador que ia direto para o terceiro andar onde ele morava e ao chegar na porta da casa dele, tocou a campainha. Quando Zeca abriu a porta, não teve muito tempo de dialogar ou tentar se defender. Ao abrir a porta, ele se surpreendeu com a visita e levou um tiro que pegou no lado esquerdo do seu peito. Um único tiro que tirou-lhe a vida naquele momento. A pessoa já sabia manusear arma. Esse era o indício forte da polícia. Entre os amigos ou conhecidos de Zeca, alguém ali sabia atirar tão bem com um revólver calibre 38, coincidentemente o mesmo que ele tinha em posse em sua casa e que não fora usado momento sequer. Para a polícia, a investigação se torna presente no ocorrido do shopping a noite. Segundo testemunhas, Zeca fora ameaçado depois de ter causado todo aquele transtorno com a Gisele e Daniel. Enfim, Maria também foi chamada pra prestar depoimento e sua presença na delegacia surpreendeu amigos da vítima.
_O que ela faz aqui? _pergunta Doróthy à Murilo que não soube responder.
Gisele fica de frente com a sua rival e pede uma explicação mas ela dá de ombros.
_Delegado, o que essa mulher faz aqui? _pergunta Wallace intrigado.
_A jovem Maria também conhecia a vítima. Por isso, ela foi chamada. _responde o delegado, sem medir palavras.


Maria presta seu depoimento

Dentro da sala, Maria nega que esteve na casa de Zeca naquela noite e que só o encontrou dias antes do encontro combinado no shopping. Também nega que compareceu ao encontro naquele dia.
_Percebemos que ele te mandou uma mensagem avisando sobre o encontro e você confirmou que ia. _insiste o delegado.
_Então, eu cheguei a confirmar mas eu não fui. Eu sabia que o encontro era só pra amigos dele e eu não tinha a pretensão de ir lá.
_Algum motivo especial por não querer ir no encontro?
_Eu não sou muito próxima de Gisele e dos amigos dela.
_Entendo. _diz o delegado, escrevendo por alguns minutos e voltando à encará-la sério.
Ao sair da sala, Gisele não se conforma e decide arrancar alguma informação de Maria.
_O que você quer Gisele? Já não basta saber que Daniel está comigo agora!
_Sua desgraçada! Você armou pra cima de mim e com o Daniel né?
_Eu não armei nada querida. Não tenho nada a ver com o que Zeca fez contigo naquele shopping.
_Você não me engana com essa cara de sonsa. Foi armação sim. Zeca não iria me beijar se não tivesse o seu dedo nisso. Pensa que me engana né?
_Você é louca Gisele! Perdeu o Daniel de bobeira e agora ta me culpando por seus atos. Vai ver se eu estou na esquina vai? _e ela sai, deixando Gisele de lado.
Gisele a segue e puxa seus cabelos, lhe dando vários tapas em seu rosto. Os policias afastam as duas e controlam a situação.

Daniel caminha pela rua quando Júlia o encontra.
_Júlia querida, tudo bem?
A jovem o abraça fortemente e ele se preocupa.
_Aconteceu alguma coisa?
_Daniel, o Zeca foi assassinado ontem!
Daniel fica perplexo com as palavras da amiga.

Após saber da morte de Zeca por Júlia, Daniel resolve aparecer no apartamento de Gisele, que tinha chegado há poucos minutos da delegacia acompanhada de Doróthy.
_Eu posso saber o que você faz aqui? _pergunta ela irritada.
_Gisele, eu vim te explicar que o que você viu...
_Pára Daniel! Não vem negar o que aconteceu entre você e a Maria. Eu vi vocês dois juntos na cama. _diz ela, séria e firme.
Doróthy decide se ausentar da sala e deixá-lo á sós.
_Você não vai acreditar em mim né? _Daniel insiste.
_Depois da cena que vi, eu não acredito mais em você. Por favor, se retire da minha casa! _pede ela.
_Gisele, eu não queria que nossa relação terminasse assim. Eu ainda vou te provar que fomos vítimas de um plano da Maria e do Zeca.
_Zeca está morto Daniel! Foi brutalmente assassinado e o que ele fez no shopping não se compara a suas atitudes. Você foi pior do que ele. Você foi pra cama com sua ex!
_Olha eu confesso que bebi todas na noite passada. Eu bebi pra distrair as ideias porque a cena do shopping não saía da minha mente. Encontrei a Maria sim por lá e depois eu não sei o que houve direito. Mas te juro Gisele nunca iria pra cama com minha ex não! Eu amo você de verdade.



_Isso é o que todo homem diz. Daniel, vá embora e deixe de bancar o ridículo!
Ela abre a porta pra ele se retirar.
_Tem certeza de que quer que eu vá embora? Se eu sair por aquela porta, eu jamais volto. _diz Daniel sério.
Gisele pensa por alguns minutos e sua mente diz o contrário, insistindo para não mandá-lo embora dali.
_Tenho. _diz ela, negando o seu desejo interior e tomando uma atitude precipitada. _Vá embora!
Daniel a encara com um olhar firme e sai porta afora de cabeça baixa.
Depois só se ouve o fechar da porta lentamente.
Gisele cai em prantos no sofá da sala e Doróthy volta ao seu encontro.
_Amiga, porque fez isso?
_Doróthy, eu não sei. Me abraça! _diz ela, abraçando-lhe fortemente e com lágrimas escorrendo em seus olhos.

Daniel chega em casa e fica pensativo. Dos seus olhos caem as lágrimas. Uma dor que invade sua alma por ter perdido Gisele pra sempre. Wallace o encontra na sala.
_Você está bem mano?
_Não cara. Eu estou me sentindo um lixo.
_Que isso mano. Dá um tempo pra Gisele. Tudo vai terminar bem acredite!
_Eu perdi ela mano. Eu perdi Gisele definitivamente. Ai que raiva que eu tenho de mim!
_Mano, o que houve no shopping não justifica esse afastamento de vocês. Zeca beijou ela de propósito!
_Não é só o ocorrido do shopping, Wallace. As coisas complicaram mais ainda. Você acredita que Maria passou a noite comigo ontem e Gisele nos flagrou junto.
_Como é que é? _se indaga Wallace.

Pablo recebe uma ligação e ele disfarçadamente se afasta de Júlia e atende.
_Eu já disse para não me ligar mais ok!
_Eu preciso falar com você Pablo. Tem como a gente se encontrar hoje? _pergunta a voz desconhecida.
_Aonde? _pergunta Pablo.
_No mesmo local de sempre. Vou estar a sua espera as 19hs e não falte.
_Ótimo! Eu estarei lá. _diz ele, desligando o telefone quando Júlia o encontra por trás.
_Posso saber onde você vai estar?
Pablo fica sem resposta.

Maria organiza suas coisas quando a campainha toca. Ela resolve atender e se surpreende com a visita de Wallace.
_Você por aqui é? Não é bem vindo nessa casa.
_Eu sei disso. Mas eu vim pra fazer uma visita rápida.
_Hum. Então fale logo e vá embora porque eu estou cheia de coisas pra fazer.
_Ah sim claro! Coisas do tipo fazer intrigas e separar casais né?
_Pelo visto já está sabendo da minha noite com Daniel. Nossa! Ele não mudou nada viu?
_Você tem ideia do que fez Maria? Você acabou com a felicidade do meu irmão novamente.
_Qual é a sua Wallace? Eu posso saber o seu interesse nessa história.
_Eu sou irmão dele e vou fazer de tudo para ele se livrar de uma cobra como você. Uma safada que só quer se dar bem ás custas do outro.


Maria não tolera Wallace

_Olha aqui! Eu exijo respeito viu? Eu estou na minha casa e você não tem direito nenhum de entrar aqui pra me ofender. Se eu passei a noite com o seu irmão, foi porque ele quis entendeu? Você meu bem não tem nada a ver com isso.
_Daniel não é otário como pensa Maria. Eu vou fazer de tudo para que Gisele e ele voltem numa boa e ai de você querer entrar no meu caminho.
_Gisele e Daniel não voltam mais! Nem que eu tenha que ir mais longe ainda.
_A sua máscara definitivamente caiu Maria. _diz Wallace.
Maria sorri debochadamente e lhe dá um aviso.
_Tenta entrar em meu caminho com Daniel e eu vou á delegacia e apresento uma prova que tenho. A polícia vai gostar de saber que você esteve na casa de Zeca na noite do crime.
Wallace pega Maria pelo pescoço fortemente.
_Isso! Aproveita e me mate como fez com o Zeca. Dois crimes seria perfeito pra você cair na cadeia. _diz ela, mal podendo falar direito.
Wallace larga Maria imediatamente.
_Eu não vou me sujar por causa de você. Não mesmo!
_Acho bom mesmo Wallace porque você está em minhas mãos ok?
_Você é louca! Eu não acredito em uma palavra que diz. Eu jamais mataria o Zeca. Aliás não tinha motivo pra isso.
_Hum. Será? _diz Maria, duvidando.
_Safada! Vagabunda! _ele se irrita e decide ir embora dali, deixando ela séria.

Pistas novas chegam na delegacia local. Uma testemunha é convocada pelo delegado pra prestar um depoimento que muda um pouco as investigações do assassinato de Zeca. Trata-se de uma vizinha do condomínio onde ele morava que diz ter visto um rapaz alto, moreno claro e desconhecia a sua presença ali.
A polícia ainda investiga o perfil do rapaz que visitou Zeca dois dias antes.
Ruan tinha esse perfil. Dois dias antes da morte de Zeca, ele foi a casa da vítima. Os dois se reencontraram e o papo ficou tenso naquele momento.
_Ainda se lembra de mim Zeca? _pergunta Ruan ao vê-lo ali em sua frente.
_Como eu poderia esquecer né? Já fiquei sabendo que está na cidade. Murilo me contou.
_Que bom! Eu tive que voltar por algumas razões que você deve imaginar né?
_Ruan, Murilo me disse que você está seguindo a sua vida e que não quer mais lembrar o passado. Por que voltou? Acha que Gisele vai querê-lo de volta depois de tanto tempo?
_Não. Não acho que ela me queira de volta. Eu só acho que ela merece ouvir uma verdade né? Talvez saber de uma revelação do passado.
_Você não se atreveria a me sujar com a Gisele. Sabe muito bem que eu amo ela!
_Você acabou com a minha vida Zeca. Você destruiu os meus planos com a Gisele no passado.
_Sim. Eu fiz o que fiz por amor á ela. Nunca gostei de você cara. Sempre esteve no meu caminho.
_Por isso plantou a semente da discórdia, contratando uma prostituta pra me levar pra cama dia antes do meu noivado com ela. Você foi mau caráter e ainda valoriza as amizades.
_Agora está feito e nada que você disser mudará as coisas. Você não tem provas contra mim!
_Mesmo não tendo provas, mas eu vou contar a verdade á ela. Você vai se ferrar Zeca. Tem muita gente de olho em você. _diz Ruan se afastando da porta e indo para o elevador. _Fique preparado porque sua hora ainda vai chegar!

Pablo decide disfarçar a preocupação que sente em relação ao encontro combinado com o tal desconhecido.
_Então, eu preciso ver a minha irmã,Júlia. Ela está precisando de mim.
_Aconteceu alguma coisa com ela? _pergunta a jovem preocupada.
_Não é nada demais. Só alguns problemas familiares que ela está passando. Eu realmente preciso encontrá-la. Você se importa?
_Imagina meu amor. Pode ir. Manda um abraço pra ela tá! _diz Júlia, acreditando na mentira do rapaz.
_Eu te amo viu e nada vai nos afastar. Você é uma garota muito especial! _diz ele, a beijando nos lábios docemente e se afastando devagar.


Pablo e Júlia


Maria fica pensativa por alguns instantes em seu apartamento. Cenas de uma conversa com Zeca não lhe sai da mente.
_Eu não vou conseguir fazer o plano Maria. Eu estou muito preocupado. Não quero perder a amizade da Gisele. _ele disse dias antes do encontro no shopping.
_Você precisa continuar com o plano Zeca. A gente não pode desistir agora. Se você der o primeiro passo, o relacionamento dos dois fica sem estrutura nenhuma e aí sim eu consigo chegar no que eu quero.
_Tudo bem então Maria. Eu sigo com o plano mas se alguma coisa der errado, eu quero estar livre de toda essa confusão ok!
_Nada vai dar errado Zeca. Você precisa ter mais coragem oras! Seja o cara de atitude e mostre à Gisele que você não tem medo de se arriscar por nada.
_Com certeza! Eu vou mostrar à todos aqueles idiotas que eu posso ser mais eu.
_É assim que se fala Zeca. Tem que ter atitude mesmo. _diz Maria, dando força pra ele seguir o plano adiante e não atrapalhar suas ideias maléficas.
Ao terminar de lembrar a cena, Maria pensa sozinha consigo mesma:
"Um dia da caça. Outro dia do caçador. Foi um prazer imenso te conhecer Zeca. Seu pato!"

Pablo chega no encontro marcado e Ruan o aguarda em seu apartamento.
_Oi! Desculpa a demora mas eu tive que enrolar uma mina pra poder vir aqui em sua casa.
_Trânquilo! E então alguém te viu naquela noite?
_Não. Ninguém conseguiu me ver não.
_Ótimo! O que me preocupa é a vizinhança, mas se ninguém te viu então sinal de que tudo deu certo.
_Ruan, quando você me contratou, eu não imaginei que pudesse me envolver num crime tão hediondo.
_Veja bem Pablo: Zeca acabou com a minha vida. Ele me afastou da Gisele e eu tinha que fazer algo definitivo. Eu me arrisquei e te envolvi nessa por motivos do passado que me fizeram sofrer muito. Eu amava a Gisele perdidamente e por causa dele, todos os meus planos foram por água abaixo.
_Tudo bem Ruan mas e agora? Gisele está sozinha de novo. Daniel se afastou dela por causa do Zeca também.
_Nossa! Você está percebendo como o Zeca gosta de interferir na relação de Gisele? Ele era alucinado por essa mulher e eu tive fortes razões pra eliminá-lo.
_Bom, eu tenho uma coisa pra te falar sério agora.
Ruan se indaga com o rapaz.
_O que você tem a me dizer?
_Tipo Ruan, quando eu entrei naquele elevador e fui direto para o apartamento do Zeca, eu o encontrei morto na porta adentro com um tiro no peito, ou seja, eu não matei o Zeca. _diz o jovem tenso.
Ruan fica surpreso e indignado com a revelação do jovem.
_Quer dizer que você não fez o serviço?
_Sim. _diz ele preocupado.
_Mas então quem o matou?
_Eu não sei Ruan. Eu fiz o que você pediu. Fui ao encontro do shopping e assim que acabou a confusão, disfarcei, saí e o segui até o seu apartamento. Mas depois de alguns minutos que entrei, a situação já tinha ocorrida.
_Tem mais gente nessa cara! E você fique atento viu? Alguém matou o Zeca e provavelmente vem das amizades de Gisele. Fica de olho! _diz Ruan, preocupado.
Pablo fica sério diante do rapaz.

O delegado analisa as pistas no caso do assassinato de Zeca.
_Segundo os depoimentos, Daniel ameaçou a vítima caso aconteça algo com a Gisele. E as ameaças dele se tornaram bem claras naquele encontro no shopping. Precisamos conversar com ele em imediato! _diz o delegado, firme.
Ao ser convocado pela polícia, Daniel esclarece que ameaçou o rapaz mas não o matou. Ele afirma que passara a noite no bar e depois foi pra casa acompanhado por Maria, sua ex.
_Mas você não estava com a Gisele? Por que resolveu passar a noite com sua ex?
_Delegado, eu bebi todas naquela noite. Não lembro muito da situação. Eu só sei que eu fui pra casa com a Maria e acabou rolando o que não devia.
_Entendo.  _diz o delegado, escrevendo na folha. _Recaída é foda!
Depois do depoimento de Daniel, chega a vez de Murilo.
_Bom, delegado. Foi o seguinte: eu fui ao apartamento de Zeca pra poder conversar com ele a respeito daquela situação no shopping. Eu considerava muito o Zeca. Ele era como um irmão pra mim. Mas só que ele tinha algumas atitudes que eu não curtia muito. Eu sabia que ele era louco pela Gisele e que tinha uma arma em posse, mas que jamais fora usada de maneira nenhuma. Pelo menos eu acredito que Zeca não teria coragem de matar ninguém.
_Sim. Mas e aí? Quando você chegou ao apartamento, viu algo estranho?
_Então. Eu entrei no elevador e segui pelo corredor do apartamento onde ele morava. Eu encontrei a porta aberta e o vi caído no chão com um tiro no peito. Eu fiquei desesperado sem saber o que fazer naquela hora. Mas eu jamais toquei no corpo.
_Eu sei rapaz. O corpo não teve impressões digitais segundo a autópsia que os peritos fizeram. Continue por favor!
_Ok! E aí eu telefonei pra vocês comunicando o assassinato do meu amigo. Fiquei a espera de vocês por alguns minutos distante do corpo dele e aproveitei esse intervalo pra comunicar aos meus amigos também.
_Segundo o depoimento de Doróthy, ela foi a primeira a saber da notícia. Você mesmo ligou pra ela avisando de que seu amigo teria morrido. A ligação foi feita diante dos policiais dentro do apartamento da vítima. Pra quem ligou nesse meio tempo que a polícia ainda não tinha chegado?
Murilo se sente pressionado naquele momento.
_Antes de ligar pra Doróthy, eu havia ligado para o Wallace. Ele estava próximo do bairro e ele foi a segunda pessoa a encontrar o corpo do Zeca mas também não mexera conforme eu tinha dito antes.
_Hum. E por que não contou a polícia que o seu amigo Wallace também esteve presente na cena do crime?
_Olha delegado, eu sei o que está tentando insinuar. Eu não matei o Zeca e nem portanto o Wallace. Eu fiquei com medo de estar sozinho naquele apartamento deserto com o corpo do Zeca estendido no chão e por isso chamei vocês e o Wallace.
_Está nervoso Murilo? _pergunta o delegado sério. _O que eu não entendo porque razão o Wallace deixou você sozinho lá assim que a polícia chegou. Ele como seu amigo deveria ter ficado pra prestar alguma ajuda ou algum tipo de esclarecimento. Mas não. Os meus colegas foram lá checar a situação e encontraram apenas você. Como me explica isso rapaz?
_Eu não sei Delegado. O Wallace foi embora antes porque talvez tivesse algum compromisso sei lá. Eu também confesso que não entendi muito da parte dele.
_Olha rapaz, a nossa conversa termina aqui ok! Volta pra casa e tenta pensar um pouco. A situação está tensa pra todos os envolvidos e eu vou descobrir a verdade custe o que custar. Pode me dar licença agora! _diz o delegado, cansado.
Murilo sai da sala em silêncio e o delegado olha para o escrivão ao lado.
_É meu amigo, a parada não é fácil não! Tem muita gente que enrola por aí e é nesses que mora o perigo.

Alguns dias depois, Gisele se sente enjoada e Doróthy desconfia de uma possível gravidez. Mas a jovem não consegue aceitar os fatos até que foi comprovada a verdadeira hipótese.
_Mas Doutor, os exames devem estar enganados. Eu não posso estar grávida. _se recusa Gisele perdida ao receber a notícia pelo seu médico.
_Bom, os exames constataram gravidez. Você está no primeiro mês de gestação. _diz ele, convicto.
_Não é possível meu Deus! Isso é loucura. Eu devia ter evitado isso!
_Gisele, essa gravidez não veio no momento certo né?
_Não mesmo Doutor. Eu estou confusa demais e minha vida está do avesso. Não pensava em ter um filho agora. _se desespera ela. _Estava fora de cogitação.


Médico aconselha Gisele a seguir com a gravidez

_Primeiro, se acalme! Eu como seu médico há tempos, conheço você melhor do que seus amigos. Por que não me conta os motivos por não querer essa gravidez? Eu sou seu amigo e quero lhe ajudar.
Gisele se acalma um pouco e tenta respirar fundo.
_O senhor sabe que eu sempre desejei um filho. Mas é que recentemente ocorreu situações desagradáveis na minha vida e eu não sei o que fazer. Eu conheci um rapaz que dizia me amar e que queria ficar comigo pra sempre mas acabamos nos afastando repentinamente.... _e ela conta detalhes de sua vida pessoal ao médico que ouve cada palavra atentamente.
Ao término da consulta, ele diz claramente á ela:
_Bom, Gisele essa gravidez vai depender de você. Se você deseja abortar e não ter essa criança, saiba que esta decisão é totalmente sua de livre e espontânea vontade. Eu como seu médico e amigo, depois de ouvir toda essa história te recomendo que continue com a gravidez. Você é uma mulher independente. Tem seu trabalho, tem pessoas próximas que te amam muito e que podem te ajudar se for preciso. Enfim, você pode ter o seu primeiro filho! Essa é a sua grande oportunidade minha amiga. Não desista ok! Mas como eu te disse antes: não quero te influenciar em nada. Você decide se quer correr esse risco ou não!
Gisele fica séria diante do médico.



Próximo Capítulo: Gisele e Ruan se reencontram depois de anos - Wallace sofre acidente no mar

Link Original: http://www.talentososescritores.com.br/2013/09/cap-22-coracoes-desimpedidos-parte-ii.htmlhttp://www.talentososescritores.com.br/2013/09/cap-23-coracoes-desimpedidos.htmlhttp://www.talentososescritores.com.br/2013/09/cap-24-coracoes-desimpedidos-parte-i.html
←  Anterior Proxima  → Inicio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu Canal no Youtube

Novidade!!

Blogs Brasil

Google+ Badge

Ajude o site e ganhe um brinde exclusivo!

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Siga-nos por E-Mail

As Top 5+!

Frase do Dia

Seguidores