...
Feed
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
® Talentosos Escritores 2011/2015 - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.

Ads 468x60px

Postagem em destaque

O sorriso que muda tudo - Texto Especial

Engraçado quando você gosta de uma pessoa e ela não te dá nenhuma chance. Não corresponde seus olhares, alega que a distância é um fardo eno...

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Google+ Followers

Featured Posts

Social Icons

Arquivo do blog

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você

Música e Poesia - Uma Página feita pra Você
Clique e conheça! Por Adriana Vieira

Arquivados

Tenha Talentosos Escritores no seu E-Mail

Compartilhe suas ideias!

Compartilhe suas ideias!

Em breve!

Marcadores

Traduza!

@Leoangellus

Anuncio!!

Leitor (a) da Semana

Leitor (a) da Semana
Quem será o próximo (a)?
"O site Talentosos Escritores" estará passando por mudanças em breve. Portanto, a ausência de postagens de conteúdos importantíssimos como as novelas por exemplos. Mas isso é algo que estamos organizando, tempo ao tempo. Eu, como administrador, estou contando com uma equipe boa pra poder fazer o site cada vez melhor. A gente está se reunindo pra obter novidades em alta pra você, que nos acompanha há muito tempo. Peço desculpas pela demora dos conteúdos e a gentileza de aguardarem pacientemente. O Talentosos Escritores vai mudar, mas tenho certeza de que será pra melhor ok! Um grande abraço a todos." - Leandro Angellus

Oferta Amazon!

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Nono Capítulo de Perdidos de Saudade


Laís ia avançar em Betina novamente quando uma vizinha grita por ela, dizendo pra parar. Nessa hora, Betina resolve escapar depressa. Laís fica atônita ao ver a fuga dela.
_Alguém pegue essa mulher! Ela é uma bandida!
Betina corre sem olhar pra trás e Laís não consegue alcança-la pois um carro passa em sua frente e a detém.
Betina olha o ônibus quase saindo do ponto e entra, passando pela roleta, cansada. Ao sentar próximo da janela, ela zomba da face de Laís que fica irada por não ter conseguido pegá-la enquanto os passageiros ficam observando a cena assustados.
_Bandida! Safada! Ah que ódio que eu tenho dessa mulher! _diz Laís irada na rua ao ver o ônibus se afastar.
O delegado Jota já fica ciente da notícia e quase cai da cadeira de surpresa.
_Como você encontrou essa mulher? Me conte tudo! _diz ele.
_Eu fui colocar o lixo pra fora e acabei me deparando com essa mulher... _diz Laís, tensa contando detalhes do ocorrido.
No ônibus, Betina fuma um cigarro e é recriminada pelo trocador.
_Nem se pode fumar um cigarro. Caramba!
_Aqui dentro não senhora! _diz o trocador.
_Ta bom! Seu chato! _diz ela, colocando o isqueiro e o cigarro na bolsa.

No hospital, Carlos passa por uma cirurgia e reage bem. A família fica contente. O chefe Orlando comunica a Mariana para cuidar do paciente enquanto ele estiver na sala de recuperação e ela aceita gentilmente. Sandra fica com ciúmes ao saber disso.
Na mansão, Martha conversa com Adalberto depois de se despedir de Rubens. Os dois dialogam calmamente mas é interrompido por Vera que se exalta ao ouvir o nome do empresário.
_Quer dizer que o Rubens esteve aqui é?
Martha e Adalberto se entreolham.
_Então, qual dos dois vai me responder? _pergunta ela, já séria.
_Mãe, o Rubens esteve aqui porque ele queria me ver.
_Eu vi os dois juntos, Vera. _diz Adalberto.
_Minha filha, você não tem juízo mesmo. O que você quer fazer da sua vida? _se revolta Vera.
_Eu gosto do Rubens. Adalberto sabe disso. _diz Martha.
_Eu não sei nem porque razão ainda insisto com ela. _diz Adalberto tenso, se retirando da sala e deixando Vera louca de raiva.
_Você prefere trocar um marido que te ama por um falido que nunca vai lhe dar uma boa vida? Você tem titica na cabeça, minha filha? Eu não te coloquei no mundo pra me dar desgosto não.
_Prefiro sim mãe. Prefiro ser feliz ao lado de um falido do que viver com um homem que não quero mais e que nunca quis.
_Você não sabe o que está falando, filha! Adalberto se dedica pra você e olha o que você faz com o amor dele. Você nos decepciona ainda mais!
_Eu não posso mandar no meu coração, mãe. Eu sempre amei o Rubens. Nunca Adalberto. A senhora sabe muito bem que esse casamento foi um erro. Não era pra ter acontecido.
_Cale-se Martha! Cale-se! Você não vai acabar com a minha paz. Não mesmo! _diz Vera, subindo as escadas correndo e deixando ela sozinha na sala se lamentando.
A empregada Dulce ouve da cozinha e fica preocupada. Augusta faz os seus afazeres mas resolve ficar calada.

Nesse ínterim, Daniel chega em casa e encontra Laís acordada na cozinha.
_Mãe, a senhora ainda acordada?
_Onde estava hein menino? Sabe que horas são?
_Desculpa mãe mas é que eu estava com amigos.
_Tudo bem. Estou tensa!
_Aconteceu alguma coisa?
_Aconteceu. Hoje encontrei uma pessoa do passado e que não me fez sentir bem.
_Quem mãe?
_A sequestradora. A bandida. A safada!
_Mãe, quem é essa mulher que te deixou nervosa assim?
_Betina. _responde Laís, séria ao filho.

Na manhã seguinte, Martha recebe a visita de Laís em sua casa e as duas se abraçam.
_Estou tão feliz por te ver aqui. Nossa! Eu estava precisando conversar com alguém. Desabafar sabe? _diz Martha.
_Aconteceu alguma coisa amiga. _diz Laís.
_Eu não aguentei amiga e disse tudo o que estava entalado no meu peito. Eu me declarei pro Rubens e disse que ainda o amava muito.
_Amiga e o Adalberto? A vera?
_Eles estão com ódio de mim. Laís, eu segui o meu coração. Você sabe que eu nunca esqueci o Rubens e que só me casei com Adalberto pra tentar esquecê-lo.
_Você sabe que agiu errado né em relação ao Adalberto? Ele não merece isso.

Laís abraça Martha

_Eu sei e me sinto culpada por isso. Mas o nosso casamento não vai bem desde que Luís desapareceu.
_Luís Felipe! _ela diz o nome, de uma forma bem intensa.
_Sim. Meu filho.
_Martha minha amiga, eu não quero te preocupar, mas preciso muito te dizer algo embora já esteja com problemas em sua casa.
_Não estou entendendo. O que aconteceu dessa vez? _pergunta Martha assustada.
_Eu encontrei a sequestradora do seu filho. _diz Laís, séria.

Mateus caminha pela rua quando se depara com uma placa, informando que precisam de funcionários. Ele decide se informar na recepção e a atendente pede pra ele falar com o Roney.
O rapaz reencontra o senhor que o ajudou antes.
_Quem diria que eu iria te ver por aqui rapaz! _diz Roney, sorrindo.
Mateus fica sério.

Roney e Mateus conversam sobre a oportunidade de trabalho.
_Por que eu te contrataria, Mateus? _pergunta Roney.
_Por eu ser um cara esforçado.
_Esforçado? Sei. Posso te dar uma chance pra ver o seu desempenho aqui mas se eu perceber um vacilo, está fora.
_Roney, eu preciso desse emprego.
_Tem pelo menos os documentos pra eu ver?
_Estou com todos se preferir.
_Hum. E onde está morando Mateus?
_Por aí. _diz o rapaz.
_Por aí onde? _questiona Roney firme.
_Eu fugi de casa. _diz Mateus sério.
_Fugiu? Como assim?
_Eu vou te explicar tudo. _diz Mateus, decidido.


Martha fica chocada ao saber da notícia e Laís se preocupa.
_Bandida! Ela está perto do que eu imaginava.
_Sim, Martha. Eu a reconheci mesmo sendo noite. Aquele retrato falado nunca saiu da minha cabeça.
_Eu vi o retrato. O delegado me mostrou também.
_Bom, agora que sabemos que ela está perto, acho que o delegado vai começar a agir.
_Mas ele tem que agir mesmo. E eu vou ajudá-lo a encontrar essa bandida ou não me chamo Martha Lopez.
_Se Betina está perto, o Luís também está.
_Aquela vidente tinha razão. Meu Deus! E eu não dei ouvidos a ela.
_Que vidente?
_Deixa pra lá mas obrigada por ter me trazido essa boa nova. Eu estou tão agradecida por você ter esbofeteado a cara dela por mim.
Laís sorri e Martha a abraça carinhosamente.
_Você não imagina o quanto me alegra saber disso.

Luís está cada vez mais perto

Laerte troca ideias com dois rapazes e mostra a foto de Rubens. No término da conversa, ele paga uma grana aos dois que se entreolham satisfeitos.
_Quero deixar claro uma coisa: nenhum de vocês dois me conhecem ok!
_Pode deixar! Sigilo total! _diz um deles, sorrindo.
Ao entrar de volta no carro, o motorista liga pra Vera e diz que está tudo combinado. Ela se contenta.
Após desligar o telefone, Vera entra numa banheira de espuma e relaxa feliz da vida. A empregada Dulce bate na porta e diz que o seu coquetel de frutas está pronto. Ela pede pra entrar.
Dulce entra devagar com a bandeja na mão e Vera sorrindo pega o coquetel.
_A senhora parece feliz, D. Vera! _comenta Dulce fazendo Vera observá-la de cima a baixo.
_Posso saber o que você tem a ver com isso?
_Nossa! Desculpa. Eu não queria...
_Se retire por favor! Ah e outra coisa: se alguém me ligar, diga que não estou. Não tô a fim de falar com ninguém. Hoje só quero relaxar na minha banheira e desligar do mundo.
_Sim senhora! Com licença! _diz a empregada se retirando e fechando a porta e depois falando baixinho: _Hoje só quero relaxar na minha banheira e desligar do mundo. Ah vá!

Rubens sai de casa e liga o seu carro, fazendo os faróis piscarem e ao entrar, checa seus documentos da carteira. De repente, dois rapazes o abordam e fazem ele de refém no carro, colocando uma arma em sua cabeça.
_O que vocês querem comigo? _se preocupa Rubens.
_Nós vamos acabar com a sua vida. _diz um deles.
_Socorro! _grita Rubens quando um deles tampa sua boca com um pano enquanto o outro fica no volante e começa a dirigir.
Rubens está em perigo e sua sorte está nas mãos de Deus.

←  Anterior Proxima  → Inicio
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Meu Canal no Youtube

Novidade!!

Blogs Brasil

Google+ Badge

Ajude o site e ganhe um brinde exclusivo!

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Quem será o próximo (a) Leitor (a) da Semana hein?

Siga-nos por E-Mail

As Top 5+!

Frase do Dia

Seguidores