Blogs Brasil

® Talentosos Escritores 2011/2015 - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.
"O site Talentosos Escritores" estará passando por mudanças em breve. Portanto, a ausência de postagens de conteúdos importantíssimos como as novelas por exemplos. Mas isso é algo que estamos organizando, tempo ao tempo. Eu, como administrador, estou contando com uma equipe boa pra poder fazer o site cada vez melhor. A gente está se reunindo pra obter novidades em alta pra você, que nos acompanha há muito tempo. Peço desculpas pela demora dos conteúdos e a gentileza de aguardarem pacientemente. O Talentosos Escritores vai mudar, mas tenho certeza de que será pra melhor ok! Um grande abraço a todos." - Leandro Angellus

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Penúltimo Capítulo de Perdidos de Saudade


*Nos capítulos anteriores: Martha visita Betina e descobre que Vera foi o pivô do ocorrido com o Rubens. Mariana se sente feliz com os planejamentos do seu casamento com Carlos. Sandra não se conforma em saber que Vívian não vai lutar pelo seu ex. Flávia é ameaçada pela ex mulher de Orlando. Daniel e Luan tem uma crise na relação. Martha pede para Luís visitar Betina. Mariana sofre um sequestro relâmpago e tudo indica que Sandra pode estar ligada a isso.

A partir de agora, fique com mais um capítulo inédito de Perdidos de Saudade!

Carlos se sente agoniado e avança seu carro cada vez mais perto do carro de Sandra. Luís pede para que ele tome cuidado pra não ser visto por ela. O rapaz decide obedecer seu pedido, pois fica ciente de que isso é essencial. Sandra continua seguindo em frente, firme e forte pelas ruas da cidade.

E a perseguição continua

O delegado recebe uma ligação de Luís e fica preocupado. Martha se aflige, implorando explicações ao lado de Rubens, que fica aguardando por notícias também.
- Parece que eles tem uma pista. - diz o delegado. - Eu vou tentar conter esses dois antes que façam alguma besteira.
- Mas pra onde eles vão? - Pergunta Martha.
- Estão seguindo o carro da Sandra. Conhecem alguma Sandra?
- Mas a Sandra trabalha no hospital junto com minha filha. Ai meu Deus!
- Que foi, Martha? - Pergunta Rubens preocupado sob o olhar de Jota.
- A Sandra nunca gostou da Mariana, por conta de uns problemas do passado. Ela nunca se conformou com umas coisas que houve na escola. São brigas de jovens, entende? Mas será meu Deus que ela teve essa coragem?
- Vamos saber quando encontrá-la. Vou pedir reforço policial agora! Ela não pode escapar da cidade.
- Rubens, essa menina sempre competiu com a minha filha. Será?
Rubens a abraça fortemente e a tranquiliza.

Orlando acerta contas com sua ex mulher no tribunal e depois, corre para os braços de Flávia que o beija alegremente. Ele está livre pra viver o amor novamente.
- Então está mais animada agora? - Pergunta ele.
- Com certeza meu amor! - diz ela, toda feliz.

No clube, Marlene faz alterações no quadro de funcionários e Marcos teme com sua saída. A proprietária o chama no escritório.
- Oi Dona Marlene! - diz Marcos, se aproximando e sentando em sua frente.
- Você deve imaginar o motivo de eu estar te chamando né?
- Dona Marlene, me desculpa se eu fiz algo que devo ter lhe chateado. Eu prometo que se me der uma chance, eu posso tentar fazer as coisas se tornarem diferentes daqui pra frente.
Marlene olha pra ele sério e diz:
- Você está bem, Marcos?
- Não muito. Estou me sentindo nervoso.
- Por que?
- Ainda pergunta, Dona Marlene?
- Marcos, me chame somente de Marlene. Não me chame de Dona!
- Desculpa! - ele diz.
- Eu não te chamei aqui pra te mandar embora. - ela sorri.
- Não? - ele se indaga.
- Não! Você é um ótimo profissional da noite. A mulherada te ama e com certeza, os boys também.
- Marlene, sobre esse assunto...
- Marcos, fica sossegado! A sua presença neste clube é muito importante pra mim.
- Sério?
- Claro. As noites não seriam tão animadas com o seu charme e o seu corpo exposto naquele palco. Você não tem ideia do quanto arrecadamos na noite passada. Você lucra e a gente lucra junto!
- Mas agora estou curioso pra saber o porque me chamou aqui então.
- Simples! Eu quero lhe fazer uma proposta muito importante.
- Que proposta?
- Quero que você se torne o cabeça dos shows, ou seja, além de trabalhar com o que você gosta e o que está acostumado a fazer, quero que fique responsável pela organização dos eventos e pela coreografia dos dançarinos.
- Mas isso é muita responsabilidade pra mim?
- Você não quer crescer no meu clube? A sua chance chegou! Quero que você mostre aos outros, o que você aprendeu até hoje.
- Aceito! Com muito prazer! - diz ele, sorrindo feliz e apertando a mão de Marlene que sorri.
- Ótimo! Estou feliz em ter aceitado. Este clube é nosso!



Os bandidos param o carro num terreno deserto e Mariana se sente nervosa com aquela situação. Eles decidem aguardar um pouco. Sandra dirige com cuidado e se sente bem tranquila no volante. De repente, ela percebe que está sendo seguida por um veículo atrás e não hesita: disfarça e tenta pegar uma rua diferente, do que era pra seguir. Carlos percebe a manobra repentina e Luís estranha a atitude dela.
- É impressão minha ou ela está cortando pra outra esquina?
- Ai tem meu camarada. - diz Carlos, agora convicente de que a jovem tem culpa no cartório.
O carro dela segue pela esquina e para em frente a um sêmaforo, onde aguarda dar sinal verde pra prosseguir. Atrás de mais três carros, Carlos chega um pouco atrasado.
- Mas que droga! Estamos a quilometros longe do carro dela. - diz Carlos.
Luís abre a porta do carro.
- Luís, vai pra onde?
- Preciso chegar até ela. - diz o rapaz, que pede auxílio pra um motociclista que estava ali parado.
O motorista aceita o pedido de Luís em troca de uma grana e segue até o carro adiante.
O sinal fica verde e o transito começa a fluir novamente. Sandra acelera seu carro em direção ao sul e o motorista a segue, com Luís na garupa. Atrás dele, o carro de Carlos vem com tudo.

Na mansão, Martha se agonia com tanta demora e o delegado fica passivo de raiva ao notar que os bandidos não telefonaram pra pedir algum tipo de dinheiro em troca da jovem. Béth reza para sua santinha a fim de proteger Mariana. Augusta também faz o mesmo junto com a empregada Dulce. Laerte nem se importa com o que está havendo com a família Lopez e Betina tenta se manter forte na cadeia pra alimentar seu plano de vingança.

Na corrida contra o tempo, Sandra acredita que conseguiu despistar o veiculo que estava a lhe seguir e atravessa uma ponte que vai rumo a uma estrada contornada por bosques sem fins. A estrada era deserta e com certeza, ela ia ao encontro dos bandidos que a aguardavam. O motoqueiro tenta abaixar a velocidade a pedido de Luís.
- Pra onde esta estrada vai? - Ele pergunta ao motoqueiro.
- Bom, deve sair no extremo norte onde fica uma praia e um conjunto de resortes.
- Vamos parar por aqui! Preciso ligar pra alguém. - diz Luís.
O motoqueiro para um pouco e em seguida, Carlos chega com o seu carro.
- Aonde eles foram? - Pergunta Carlos.
- Se a previsão do motoqueiro está certo, eles devem chegar a uma praia e um conjunto de resortes. - E ele vira ao motoqueiro de novo e pergunta: - Quanto tempo pra eles chegarem lá?
- Mais ou menos quarenta minutos.

E a polícia já fica ciente disso.
- Obrigado, Luís! Estamos a caminho. - diz o delegado Jota.
- Conseguiram achar ela? - Pergunta Martha nervosa.
- Não, mas temos certeza de que eles não conseguirão sair da cidade.
Rubens agradece aos céus.

Sandra chega até onde estão os bandidos e Mariana se surpreende ao ver sua rival ali com eles. A jovem entrega um dinheiro a eles, que em seguida ficam contando pra ver se está tudo certo e ao se aproximar de Mariana, ela diz:
- Gostou da surpresinha, amiga?
Mariana se enche de raiva mas não consegue falar devido a sua mordaça na boca.
Sandra pede para os bandidos sumirem com ela e não deixarem vestígios e virando-se novamente pra ela, diz em seus ouvidos:
- Que pena que você não vai conseguir se despedir de sua família e nem do seu futuro noivo.
Mariana fica tentando se vencer das cordas que prendiam suas mãos dentro do banco traseiro do carro enquanto os homens voltavam a entrar. Sandra acena com um adeus e volta pro seu carro em seguida. Quando o carro dos bandidos dá partida e se afastam, ela comemora achando que Mariana nunca mais voltar. Mas pra sua surpresa, carros da polícia se aproximam e encurralham o carro que levava Mariana e ao mesmo tempo, ela.
- Mas que merda! - diz Sandra tentando se escapar pelo bosque.
A polícia troca tiros com os bandidos e Mariana se abaixa no banco de trás para não se ferir.
Carlos pede cuidado por conta de Mariana e Luís se preocupa.

Protejam-se

Sandra tenta escapar pelos arvoredos e os cães farejadores são soltos, correndo atrás dela pelo matagal adentro. E de repente sem saída, Sandra não vê uma raiz firme e tropeça caindo despenhadeiro abaixo, tentando se manter forte agarrada num galho de árvore e cheia de medo de cair. Um dos cães fica a observar ela, com a boca cheia de saliva.
A situação é controlada pela polícia que atira nos assaltantes e salva Mariana. Carlos corre em direção a ela pra abraçá-la fortemente. Luís vê a emoção de sua irmã e se sente realizado por tudo ter acabado bem. As boas novas chegam aos ouvidos de todos da mansão. Martha se sente feliz abraçada a Rubens e Augusta comemora com Dulce. Adalberto fica aliviado e cai no sofá exausto.
Na estrada onde aconteceu o ocorrido, a emoção toma conta do casal. Mariana chora nos braços de Carlos, que também chora com ela junto.
- Acabou meu amor! Vamos voltar pra casa!
Em seguida, Luís a abraça também e os três caminham junto em direção ao carro.



Mais tarde na delegacia, Jota abre um brinde para os policiais e comemora. Da cela, Betina se sente irada por tudo ter saído de uma forma contrária. 
- Mais uma vez aquela salafrária ganhou! Ah que nojo dessa gente!
Sandra é encaminhada para a prisão e ela fica frente a frente com Betina.
- Bem vinda, perdedora!
Sandra abaixa a cabeça.

Na mansão, Mariana recebe o abraço apertado de sua mãe e de seu pai. Luís fica feliz com o retorno de sua irmã e Carlos liga pra sua mãe pra contar a notícia. Béth, com toda certeza fica animada com isso e promete visita-la.
Mas alegria pra alguns e tristeza para outros...
Daniel não se conforma com a atitude de sua mãe e Luan o tranquiliza.
- Eu gosto de você e independentemente do apoio que ela nos dá, eu não vou abrir mão de você.
- Obrigado anjo! Eu te quero pra minha vida.
- Um brinde ao nosso amor! - diz Luan, servindo um copo de vinho.
- Um brinde! - diz Daniel feliz e o beijando em sua boca.

Na cela, Betina tira do seu bolso, um canivete e diz pra si mesma que não vai desistir de sair daquela jaula.
- Filho imprestável! Aguardo sua visita.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Lançamento!

 
Copyright © 2013 Conectando Ideias - Traduzido Por: Templates Para Blogspot
Design by FBTemplates | BTT
close
#